segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Tu de novo

Não sei que se passa comigo... Tempos atrás, do nada, sonhei contigo... Falei com a Lili e tivemos uma conversa sobre isso, sobre ti, sobre o que se passa comigo. Tentei perceber, pois já lá vai tanto tempo... Nevou em Bragança, falei contigo, ironia, talvez... Soube-me bem essa conversa, mas ao mesmo tempo senti-me mal porque percebi que desejava mais... Estupidez? Sim, talvez. A verdade é apenas uma, tenho sonhado contigo todas as noites, algo bastante estranho... Adoro os sonhos, pelo menos na altura que os tenho... Mas acordo e sinto-me vazia. Receios, bastantes. Não falo, calo. Mas também não falas...

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Carta ao Pai Natal

Querido Pai Natal...
Nunca te escrevi uma carta, nunca te pedi nada, até agora...
Acho que está na altura de pedir algo, algo bastante importante e que faz muita mas mesmo muita falta não só para mim como para o país, até mesmo para o mundo...
No fundo já sabes o que te vou pedir e embora seja algo não digo impossível, mas complicado, reforço o meu desejo ao pedir-te com uma simples carta mostrando-a a quem a quiser ler...
Apenas gostava de pedir uma coisa, tal como foi referido, sendo que essa coisa é das mais importantes para mim... Justiça. Sim, justiça. Peço um pouco mais de justiça nesta vida...
Vejo tanta coisa que me magoa, tantas injustiças nesta vida... E cada vez mais tenho a certeza de uma coisa: nesta vida só se safa quem é rico, quem é pobre, pena, sofre e não vive, limita-se a ir ter sua infeliz presença neste mundo...
É apenas isso que peço, não o peço só para mim como para todos aqueles que precisam...
Um beijinho, meu querido Pai Natal...

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Festival de Tunas na Trofa

Actividade: Festival de Tunas
Tipo: Causas
Rede: Global
Data: Sábado, 12 Dezembro 2009
Hora: 21:30h
Local: São Nobre da Junta de S. Martinho de Bougado
Descrição: Um óptimo evento cultural, aliado ao altruismo da solidariedade
Vem e assiste :)
Entrada: gratuíta, mediante a entrega de bens alimentares

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Problemas num trabalho de xaxa

E andam as pessoas a ter trabalho para o boneco. É assim que agradecem...
Ai se eu não tivesse paciência de Jó... Mas hoje não me calei... Também não levou a melhor...
O que vale é que não há próxima pelo menos destes trabalhos... Porque para a próxima (se houvesse) quem se deitava à sombra da bananeira era eu...
Deixei de ir ao cinema com o meu irmão e os nossos amigos para adiantar trabalho... Hoje fiz a minha parte e ainda fiz algumas correspondências que não me cabiam a mim, mas para adiantar trabalho... Fiz tradução e resumo do Codex que está em inglês... e ainda se vira a mim? Quer o quê? Merda, desculpem os outros...

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Fds pela Trofa

Olá...
Sinto que está a terminar um excelente fim de semana prolongado na Trofa na companhia da minha família e dos meus amigos...
Foi um excelente fim de semana, adorei todos os minutos que me foram proporcionados e só lamento não ter aproveitado ainda mais, mas havia coisas que tinham mesmo de ser realizadas...
Cheguei na sexta à tarde à Trofa, mal cheguei a casa telefonei a uma tia minha a convidá-la para tomar um café. Lá fomos nós, conversa puxa conversa, perdemo-nos nas horas! De seguida fui até à Lili dar-lhe um beijinho e não muito depois estava eu a caminho de casa onde encontrei (além do meu irmão e do meu pai) uma outra tia minha. Conversamos um pouco também e lá foi ela até casa...
Pouco depois de jantar recebi uma sms da Lili a convidar-me para ir até casa dela. Lá fui eu, vi muitas fotografias (mas eu que adoro fotos até achei poucas)... Vi as do casamento e as da lua-de-mel e ainda conversamos um bom bocado. Estive lá umas 3h... O tempo voou...
Sábado de manhã fui com o meu irmão a Santo Tirso, à vinda embora ainda passamos no SASU mas estava tanta gente que demos meia volta e viemos embora. Almoçamos por casa e da parte da tarde fomos a uma outra tia (assuntos complicadíssimos...), depois o meu irmão foi até aos escuteiros (arrumar a sede, que segundo ele estava pior que mau) e eu fui até à Lili... Cruzei-me com uma tia e tomamos um café rápido, antes de eu seguir para a Lili. Às 18h havia reunião dos JSF, lá estava eu à hora marcada, doentita, ainda, ao frio até que finalmente começaram a aparecer... Reunião curta, mas penso eu com o necessário (afinal dá para ter reuniões sucintas)... A missa seria às 19h e era necessário terminar antes que a missa começasse.
Estava eu a sair da reunião vi a Bia. Coisa e tal e tal e coisa veio comigo embora. Os meus tios (avós da menina) estavam no Sagitário e lá fomos nós até lá. Telefonei ao meu irmão e alguns minutos mais tarde estavamos nós nos Braguinhas a jantar (os meus tios, a menina, o meu irmão e eu)...
A noite estava por conta do café de amigos...
Casal era o destino e a noite prometia ser animada... E foi...
Só foi pena o facto de nem a Ju nem eu termos visto a sms da Li. Desculpa minha querida, eu tenho sempre o telemóvel à minha beira, mas nessa noite parece que foi de propósito esqueci-me dele na carteira que nem ao meu lado estava, mas sim numa ponta desocupada... Desculpa mesmo... Nenhuma de nós fez de propósito e ficamos ambas muito tristes com o facto de só termos visto a tua sms horas depois... Eu não respondi quando vi a sms porque a Ju tinha acabado de o fazer... Desculpas... Doeu-me o que aconteceu, pois gostava muito de te ter visto...
Apesar de tudo conversei bastante, ri-me muito e... vendi postais de natal :p
Eu já quase não me aguentava e notava que estavam todos ou quase todos do mesmo modo, mas ao mesmo tempo eu estava bem... Porque estava feliz :)
Domingo de manhã levantei-me cedo (desculpem, mas para mim foi cedo - 8.30h) pois tinha marcado com a Lili de tomarmos café às 9h. Eram 9.45h quando ela e o Rodrigo se sentaram na minha mesa para tomar o pequeno almoço... Conversamos um pouco e depois lá nos despedimos...
Fomos almoçar a casa duma tia (tradicional) e no fim fui até à Casal com uns tios e o meu pai. Tomamos café e o meu tio foi levar o meu pai a casa e depois foi para casa dele e eu fiquei com a minha tia na conversa... Conversa puxa conversa e voltamos a perder-nos na conversa... Gosto mesmo muito de conversar com ela.
A Cláudia mandou-me uma sms a dizer que estava a chegar a minha casa e eu respondi-lhe que estava na Casal. Ela ligou-me e combinamos de ela lá ir ter. A verdade é que eu estava a contar que ela avisasse quando estivesse para sair de casa pois assim eu saía também da Casal e encontravamo-nos em minha casa. Continuamos as 3 na boa conversa e depois a minha tia foi embora. Não tardou a que também nós fossemos embora. Enfiamo-nos na net, arranjamos as unhas (ela a mim), depois voltamos ao pc :p Pouco depois o Cláudio avisou que estava na entrada e descemos.
Indecisão: onde vamos jantar? Hum... Porque não irmos ao Shopping e cada um vai aonde quer? Sim, é melhor... Destino: Arrábida.
A verdade é que nunca imaginei que estivesse tão cansada quanto estava... Estava mal disposta e sei lá mais o quê... Mas era cansaço... Tive pena porque não gozei/gozamos muito assim... Acabei por comer um hamburguer e a verdade é que arrependi-me porque senti a gordura toda... Chegada a casa custou-me para adormecer... Ainda dei umas quantas voltas antes de adormecer... Mas lá consegui...
Acordei às 8,15h com um sol de rachar a entrar pela janela... Fui fechar ainda mais a persiana e voltei a dormir... Acordei várias vezes depois disso, mas quando me pus a pé já passava das dez horas.
Da parte da tarde fui tomar um café rápido com a Melisa e depois fomos até minha casa pois ela ia ajudar-me a fazer um trabalho para a escola (pois um dos documentos era em inglês).
Ainda não sei como vai correr o resto do dia (a ser que vou jantar frango de churrasco!!!)...
Amanhã tenho comboio às 15,10h e autocarro às 16,30h...
3 diazitos de aulas de manhã e trabalhos à tarde e se tudo correr bem um novo fim de semana em cheio... Desejo mesmo que esteja um tempo razoável que dê para o pessoal ir lá cima aproveitar o fim de semana prolongado (embora eu vá ter aula das 15h às 18h...)...
E pronto... Fico por aqui...
Quero apenas deixar um beijinho a todos os que tiveram coragem (e paciência) de ler isto até ao fim :p EHEHEHEHEH

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Quase 1 mês depois

Olá... Sei que tenho andado muito desaparecida, mas a verdade é que não tenho tido nem tempo nem disposição para cá vir, por nada em especial...
Estou na escola, supostamente a fazer uma porcaria dum trabalho, daqueles trabalhos de xaxa para uma cadeira que em nada beneficia o curso... Pois, eu sei que muitos de vocês me compreendem...
Lembrei-me de cá vir apenas para deixar um beijinho...
Assim que der vontade, tempo e disposição passo cá para falar um pouco, pois é... um mês passou e tanta coisa cá dentro desta cabecinha por deitar para fora...
Fiquem bem... e até à próxima, breve ou não, uma próxima!

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Agonia

Se em tempos pensei que a vida poderia ser um sonho, neste momento penso que é um verdadeiro pesadelo.
Só eu sei aquilo que sinto, só eu sei o que é viver como vivo...
Gostava de me aguentar contra todas as adversidades que se me têm sido apresentadas, mas não sei se serei capaz, pois sei que não sou como certas pessoas e não consigo viver bem se as coisas não estiverem bem...
Mas como estava a dizer, gostava de conseguir... E um dia mais tarde olhar para trás e pensar "Passei fome, mas estou aqui". Acham que estou a exagerar? Pois, é natural que pensem isso, pois não sabem o que eu estou a viver...
Racionar o pouco que há (e é mesmo o pouco que há porque não há quase quase nada)...
E ainda assim tenho a agradecer à Carina por me ter dado batatas, cenouras e cebolas... E também à Fernanda por me deixar usar do azeite dela... Pode não parecer, mas é uma enorme ajuda.
Sinto-me com a corda no pescoço e sinto-me tão sozinha...

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Foi no dia 21...

Pois é, foi no dia 21 que o cd dos Slides conheceu Portugal inteiro... Imagino que muitos cd's tenham saído da prateleira e passeado até casa das mais diversas pessoas que existem por este nosso lindíssimo país...
Obviamente que o meu cá anda...
Já o ouvi por diversas vezes pelas mais diversas razões...
* Gosto das músicas;
* Gosto do som;
* Captar melhor o novo som, os arranjos... Para mim ao ouvir apenas uma vez não se capta nada, só numa audição contínua em que se vai detectando algo diferente de cada vez que se ouve...
E por tal, agora, após tantos dias a ouvir o cd do início ao fim vezes sem conta digo que ainda escuto de forma diferente de cada vez que o ouço... Mas penso que isso é normal :p
Penso que queira dizer que se aprecia senão seria sempre igual... E não é porque os dias também não são iguais e o nosso estado de espírito também não... E ainda assim eu não ouvirei o que certamente muitos de vocês ouvirão... E isso é que é mágico, especial...
Contudo, há algo que para mim os torna ainda melhores, o facto de se assumirem portugueses... lol... Pode parecer estúpido isto, mas é verdade... A nossa língua é tão bonita, é mágica, faz-nos pensar no verdadeiro sentido das palavras, e esse é o verdadeiro poder de ser português... É isso que nos torna únicos... E cantar em português é elevar Portugal...
Também gosto de música estrangeira, não fossem os meus grupos/cantores preferidos os Reamonn e Robbie Williams (não gozem...lol) entre tantos outros... Mas há muito boa música portuguesa e eu dou muito valor a isso e por tal também adoro João Pedro Pais, Rui Veloso, GNR... e tantos outros... Enfim...
Por tudo isto e muito mais os meus parabéns...
Vocês (Slide) sabem que eu não sou de dizer aquilo que acho e por tal acho que até já falei demais... lol
Continuem ... Pois o que é bom... é bom :p

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Eu sem ti

Por mais dias que passem, por mais sorrisos que se formem nos meus lábios jamais voltarei a estar completa.
Ambas sabemos a vida que tivemos, mas apenas eu sabia os planos que tinha para nós, porque eu tinha muitos planos para o futuro. O meu futuro incluía-te. Mas não foi possível realizar os meus sonhos contigo.
Foi-nos tirada uma longa vida juntas, e ficou somente a dor de não se ter aproveitado melhor os dias que tivemos por direito.
Tantas palavras ficaram por dizer, mas ambas sabemos que a mais importante eu nunca te conseguiria dizer pessoalmente. E lamento. Lamento porque essa palavra demonstra tudo o que sinto e faz-me sentir pequena: AMO-TE mais do que a mim mesma.
Como eu gostava de voltar a ser criança para te ter ao pé de mim, para sentir o teu cheiro, sentir o teu abraço, ouvir as tuas palavras, ver o teu sorriso…
Como me lembro de quando tinha 4 anos e te fazia levar-me à escola primária para do lado de fora ver as crianças brincarem. Nunca me esquecerei desta imagem. Como eu queria ir para a escola… Mas eu não tinha noção que teria de ficar longe de ti e quando chegou o meu momento… Chorei, chorei porque a ideia de ficar longe de ti mesmo que só por umas horas era demais para mim.
Nunca suportei a ideia de estar longe de ti… E agora… Agora aqui estou, meio perdida, preciso falar-te mas ainda mais ouvir a tua resposta e saber que isso não é possível… Dói.
Tudo parecia tão fácil, tão certo e de repente… De repente tudo se perdeu, o meu mundo se quebrou.
Cheguei a duvidar se deveria ter mesmo concorrido à faculdade, ainda por cima em Bragança. Mas era um desejo meu e que tu aprovaste desde o primeiro dia. Nunca puseste em causa, nem mesmo a distância te assustou, apenas te fez pena porque não estariamos juntas tantas vezes quanto se fosse uma faculdade mais perto.
É mais do que verdade que sentia muitas vezes a tua falta, mas bastava ligar para casa e lá estavas tu para me dar uma palavra de apoio. E agora? Se ligo, ninguém me atende… Agora sinto-me sozinha e isso agonia-me…
Amo-te. Adoro-te. Para sempre habitarás o meu coração tal como sempre habitaste!
Parte de mim foi contigo…

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Férias no fim...

O meu aniversário correu bem e tudo o que o envolva...
Apenas ocorreu um incidente... No sábado de manhã foi o funeral duma tia da minha mãe e ontem, segunda, foi o funeral do marido dela... Não consigo imaginar o golpe que a família directa teve... No dia seguinte a enterrarem a mãe morre o pai... Enfim... Não consigo mesmo imaginar tal coisa... Penso que apesar de não estarem preparados e sendo um choque tão grande não tiveram sequer tempo para reagir... Imagino os calmantes que aquela família terá tomado nos últimos dias...
Fora isso tudo correu sob a normalidade... Ainda hoje fui tomar o famoso pequeno almoço com a Lili e depois lá fomos nós até determinados lados... Recebi a segunda parte da sua prenda e diga-se que aquela miúda é doida... duas camisolas e um batom... Resmunguei que teria gasto muito dinheiro que não era preciso tudo mas ela rispostou com um simples "Tu mereces isso e muito mais"...
Esta tarde vou ver se termino uma encomenda dela (ponto cruz) para depois limpar a casa toda e começar a arrumar as minhas coisas para domingo rumar a Bragança...
Ah pois é... Segunda começam as aulas e domingo já regresso a Bragança...
Tendo em conta que no sábado tenho uma despedida de solteiro (da Lili, claro está :p ) só vou domingo para cima, senão ia no sábado de forma a arrumar as coisas direitinhas...
Tenho um outro problema, é que não sei como vou conseguir levar tudo o que preciso para cima... E não venham cá com "levas aos poucos", porque não dá tendo em conta que lá vou ficar 15 dias e não tenho lá nada ou pouquíssima coisa...
Mas há coisas que terão de ficar para a próxima, como é o caso dos tapetes, vou ficar pelo menos 15 dias sem tapetes e a ver vamos se não será 1 mês... :p
E por hoje fico por aqui...
Beijinhos

sábado, 5 de setembro de 2009

Abriu-se a manhã

Abriu-se a manhã e eu Te encontrei.

Tua chama brilhou e o seu fogo entrou em mim.

Mesmo se distantes, para nós o longe é perto,

o nosso horizonte é um céu unido ao mar.

Amar é a partida de um sonho sem chegada,

Voar nas asas do vento e subir ao infinito.

Não há fronteiras que separem

Nossa amizade em sermos um só.


Só o Amor faz renascer

a vida em nós, a vida em nós.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Gafe

Já ando para vos contar a gafe dos meus primos (lado paterno) à algum tempo... Mas tenho me esquecido... Agora lembrei-me, por tal, aqui vai :p

- Vamos ao modelo comprar iogurtes?
- Mas dos líquidos que é para não dar trabalho a mastigar.
- E sem ser de pedaços senão não passa.

Eu...

Por vezes pode não parecer, mas sou uma pessoa muito sensível. Pode parecer que não me importo com o que me rodeia, mas importo, até me importo mais do que devia e magoa-me. Detesto o que vejo no meu dia-a-dia, mas é o meu dia-a-dia e vivo-o como posso.

Pensamento e sentimento

Mãe, às vezes pode parecer que me esqueci de ti. Mas não, não esqueci. Tu sabes que eu não te esqueci e que nunca te esquecerei... Mais importante, nós sabemos isso e não importa o que os outros pensam... Tu estás sempre no meu pensamento, no meu coração... Este sentimento que durante 25 anos nutri por ti há-de predurar pela vida toda... E intensificar-se, inclusive, embora não te vá ter mais comigo... Eu adoro-te, mas não o é preciso dizer para que o saibas...

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Meu Aniversário...

Pois é...
O meu aniversário é já no próximo mês...
Sei que ainda falta muito tempo, mas sou assim e não há nada a fazer :p
Quero aproveitar este blog para convidar oficialmente os meus amigos e meus familiares a participarem do lanchinho que estou a organizar dia 12, a realizar-se no Parque da Rabada em Burgães - Santo Tirso.
O ponto de encontro é às 15,30h em minha casa ou se preferirem podem ir ter ao parque.
Apenas peço que me avisem qual o destino a tomar (minha casa ou directamente ao parque) e claro está, a presença neste lanche até no mais tardar dia 10 de Setembro, pois na sexta tenho um lanche a preparar ...lol... e quero nessa altura saber com quantas pessoas contar...
Ah, e lamento informar que não poderei dar boleia a ninguém...

Leonor...

Pois é, a minha prima Inês teve o seu segundo rebento dia 6 de Agosto de 2009... A maninha da Maria tem por nome Leonor...

Fui visitá-la na terça-feira da semana passada e diga-se que a bebé é uma coisinha tão fofinha mas tão fofinha :) Eu sei que todos os bebés são fofinhos... Mas pronto... É linda...

Beijinhos aos meus primos :)

Programa de férias 2009

Fui na quinta-feira de manhazinha para Coimbra... Destino: Pombeiro da Beira, mais precisamente Murganheira - casa da Paty...
Foi um excelente fim de semana onde descansei bastante e convivi com pessoas excepcionais e que me tratam como da família...
Regressei hoje a casa de mala e atrelado pois a mãe da Paty mandou-me batatas e tomates da horta dela :)
Bem... o meu irmão foi ontem para Caminha e regressa amanhã...
Na quinta-feira vamos para o Gerês, mais uns diazinhos para relaxar :)
Ainda não tenho a certeza se vimos no sábado se no domingo...
Na segunda-feira vamos para o Estoril para casa da prima Joana e regressamos à Trofa na sexta-feira uma vez que no sábado tenho um casamento às 11.30h na Igreja de Alvarelhos.
E pronto... Este é o meu programa de férias de 2009 :)
Ah, e no fim de semana 12 e 13 de Setembro a Paty e a mana dela, a Anita vêm cá conhecer a Trofa :)

domingo, 2 de agosto de 2009

Poema de Rosa Lobato Faria

Quem me quiser há-de saber as conchas
a cantiga dos búzios e do mar.
Quem me quiser há-de saber as ondas
e a verde tentação de naufragar.


Quem me quiser há-de saber as fontes,
a laranjeira em flor, a cor do feno,
a saudade lilás que há nos poentes,
o cheiro de maçãs que há no inverno.


Quem me quiser há-de saber a chuva
que põe colares de pérolas nos ombros
há-de saber os beijos e as uvas
há-de saber as asas e os pombos.


Quem me quiser há-de saber os medos
que passam nos abismos infinitos
a nudez clamorosa dos meus dedos
o salmo penitente dos meus gritos.


Quem me quiser há-de saber a espuma
em que sou turbilhão, subitamente
- Ou então não saber coisa nenhuma
e embalar-me ao peito, simplesmente.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Máquina perdida...

Está confirmado, a minha querida máquina fotográfica tem um novo dono...
Eu e o meu irmão fomos aos sítios onde tivemos na segunda-feira e todos nos deram, com caras tristes, respostas negativas.
Tenho pena por essa pessoa não ser decente, mas não estava eu à espera de outra coisa...
Costuma-se dizer que "há males que vêm por bem"... mas, sinceramente, não consigo sequer imaginar qual o bem que poderá vir deste mal...

Visita 25000

Aqui estou eu com mais uma prendinha para oferecer... Quem será que vai ter a sorte de ser a visita 25000? Basta enviar o PS... é fácil, não é?!
Beijinhos

Nas passadeiras

Cada vez mais os condutores desrespeitam os peões nas passadeiras.
Ainda hoje quase se deu um acidente (apenas mais uma dentro de tantos)... Uma senhora mal põe o pé à estrada dá um salto para trás e um carro faz uma chiadeira enquanto travava.
Mas para mim o pior não é mesmo isso (pois isso já é quase banal)...
Para mim o pior é mesmo passarem os vermelhos... Ah pois é... Isso também já se torna banal, mas é muito mau. Em frente à "Casal" temos uma passadeira, essa passadeira está sinalizada por semáforos, na qual os peões têm de carregar no botão e esperar que fique verde para eles e vermelho para as viaturas. Só que, fique verde para os peões e vermelho para as viaturas, mas as viaturas (algumas e ainda assim são muitas) não param no vermelho. Se tiver peões para passar, estes passam mas logo de seguida as viaturas colocam-se em andamento... imaginemos agora se algum peão se mete à estrada com pressa, pois está verde para eles e vem uma viatura que não pára e pronto, lá se dá o acidente... Estas coisas irritam-me...
Mas acreditem ou não, já assisti a estar verde para os peões e estes não se meterem à estrada pois as viaturas não paravam e eles (peões) não se metem à estrada com medo de serem atropelados...
Pois é este o mundo em que vivemos e irrita-me... Irrita-me o desrespeito que existe quer pela lei como pelos peões... É que os automobilistas esquecem-se que também são peões... Eu sou automobilista e peão e bem sei ver os dois lados e é por isso que me irrita profundamente. Desde que tirei a carta (e já lá vão uns bons aninhos) que tive noção de certas coisas que como peão não tinha e comecei a agir de forma diferente na estrada, tendo mais cuidado, pois sei que há muitas situações em que é complicado ao automobilista parar... Mas mesmo assim não me esqueço de que o peão está sempre em primeiro lugar e que existem regras de estrada e leis que deveremos ter em atenção.
E pronto, irrita-me e ponto final :p

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Máquina fotográfica

Pois é, minhas amigas, hoje sinto-me em baixo...
Ontem ao final da tarde fui procurar a máquina fotográfica que supostamente estaria na carrinha do meu irmão, mas não a encontrei... À noite, juntamente com o meu irmão procuramos por toda a carrinha e inclusive quando cheguei a casa procurei em casa... Nada...
Sem sinal da máquina comecei a pensei no trajecto do final de tarde e noite anterior, pois tinha saído com o meu irmão e tinhamos levado a máquina e inclusive tinhamos tirado umas fotografias... Mas não conseguia e não consigo lembrar-me da última vez que vi a máquina.
Resultado, perdi a máquina fotográfica, só pode... Sei que é apenas uma máquina, mas eu sou muito apegada às minhas coisas e ainda por cima é algo que custou dinheiro se é que me percebem...
É algo estranho, fiquei mesmo deprimida e nem me apetecia fazer mais nada, fui directa à cama e chorei, chorei muito, tudo por causa de uma máquina fotográfica, pois fez-me sentir uma inútil, uma estúpida, uma parva... Fez-me questionar que estou eu aqui a fazer nesta vida, porque nasci e pior, porque não fui eu que morreu em vez da minha mãe...
Provavelmente estarão a pensar "Caramba, era só uma máquina fotográfica", mas para mim não era somente uma máquina fotográfica, era algo que tinha conquistado com o meu trabalho (ordenado) e agora que não trabalho, que regressei aos estudos, sinto-me muitas vezes um peso... Quantas vezes me questiono se fiz bem em concorrer à faculdade ou se teria sido preferível ter ficado no meu trabalho...
Pois bem... Continuo a sentir-me em baixo tudo por causa de uma máquina fotográfica... Embora no fundo talvez a máquina fotográfica tenha sido apenas um pretexto... (embora algo muito mau, mesmo, pelo menos para mim... e para o meu irmão - sei que sim)

terça-feira, 28 de julho de 2009

Dia a dia

De manhã fui tomar o pequeno-almoço com a Lili, depois fomos tratar duns assuntos dela, ou melhor, eu fui acompanhá-la...
Peço desculpas, mas é algo pessoal, por tal só mais para a frente poderei descodificar estes assuntos...
Andamos pela Trofa, depois pela Maia... Acabamos por almoçar por lá e seguimos até uma sapataria e posteriormente ao Espaço Casa. Regressamos à Trofa, fomos a dois bancos e finalmente às compras. Agora tou em casa e confesso que estou estafada... Doiem-me os pés...
Ontem fui ao Porto com o meu irmão, depois andamos pelo Porto e pela Maia...
Marquei de ir amanhã ao Porto, mas confesso que não me dá jeito nenhum, pois não estava a contar com uma cena e pronto, fiquei desprevenida :p E por tal já não vou...
No fim de semana fui a Bragança buscar umas coisas que lá tinham ficado e precisava trazer, e até conheci lugares de Bragança que não conhecia...
E por agora fico por aqui... Beijinhos

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Marcas do Passado - RBL

De ti estou tão perto mas tão afastado
Não consigo apagar as marcas do passado
O ódio que em mim tinha deixou-me refém
Pois o que de ti vinha só me fez tão bem
Amor de engano
Digo que te odeio quando sei que te amo
Amor proibido
Quanto mais eu fugo mais tu fazes sentido
Só tu não vês o meu dilema
Amar-te é tão bom não vale a pena
Fingir que eu estou enganado
O meu lugar é ao teu lado
Eu só quero esquecer o que eu prometi
Queria fazer-te sofrer pelo que eu vivi
Já não sei que faça e nem sei o que espero
Mas quando a dor passa é a ti que eu quero
Amor de engano
Digo que te odeio quando sei que te amo
Amor proibido
Quanto mais eu fugo mais tu fazes sentido
Só tu não vês o meu dilema
Amar-te é tão bom não vale a pena
Fingir que eu estou enganado
O meu lugar é ao teu lado
Fingir que eu estou enganado
O meu lugar é ao teu lado
É ao teu lado
Ainda se fazem bonitas canções
cá por Portugal :)
Não sei se gostam,
mas eu gosto :)

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Programa das Férias

Na terça-feira andei a passear...
Na verdade fui acompanhar a Lili a tratar de alguns assuntos...
De manhã fomos para a Maia e de tarde ficamos pela Trofa...
Mas claro que inicialmente houve um pequeno-almoço (não o típico, mas um...) e pelo meio da tarde um lanche...


Ontem fui tratar de umas coisas e depois aproveitei para arrumar a minha casa... (Diga-se que bem estava a precisar)...
No final do jantar fui tomar café com a Melisa e o Matos... Conversamos, conversamos e depois lá fomos embora...


Hoje à tarde vou ajudar a organizar o stand para o Trof@posta Jovem 2009...
Este vai realizar-se, como habitual no parque Sra das Dores...
Apareçam... Abre já amanhã...


Entretanto também já sei que em princípio paraa semana vou uns dias para Vila do Conde...
No fim de semana - um dos dias - vou a Bragança buscar, então, o que ficou por trazer...
E na semana seguinte talvez volte a Vila do Conde.
Também já está acertado o fim de semana em que vou a Coimbra, só falta os pormenores que mais para a altura se vêem...
Tenho de ver quando vou para o Estoril...
E pela última quinzena de Agosto vou uns diazinhos - data a marcar - para o Gerês com o meu maninho :)
Os restantes dias, suponho que esteja pela Trofa...
Ah, e a ver data está também a minha ida para Viseu...

domingo, 12 de julho de 2009

De férias

Pois é... Terminaram os exames e agora é aproveitar as férias :)
Quero aproveitar para descansar bastante, pois tenho esse direito!
Confesso que não tenho nada a contar, por tal...
Deixo apenas um beijinho...

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Cá estou eu

Pois é... A verdade é uma... Além do pouco tempo, a disposição para cá vir também não tem sido muita... Não é que as coisas tenham corrido, pelo pior, nada disso (e até pelo contrário...)
Tenho andado em época de exames, que apesar de alguns correrem somente mais ou menos, tenho conseguido passar... Sendo que neste momento falta saber uma nota e fazer um exame (dependendo da nota do exame que já fiz posso ou não ter de o voltar a fazer)...
As férias estão à minha espera... Mas por enquanto têm mesmo de esperar, pelo menos mais uma semaninha...
Desta vez não vou contas as novidades atrasadas, mas sim seguir em frente...
Cheguei na quarta à Trofa, mas ainda não parei um segundo... E na segunda vou para cima...
O meu primo André também está cá na Trofa, veio na segunda e vai já esta madrugada para Coimbra e não sei quando regressa a Almada...
Ontem fui até Leça, ao bar Indian, foi a primeira vez que lá fui, mas gostei muito... E muito em especial por causa da companhia :)
Fui com a minha prima Filipa, com o namorado dela - o Nuno, com o meu primo André e com o meu irmão... Era noite de karaoke... e foi tão fixe :)
Hoje, no fim do almoço, fui até ao café dos meus tios - pais da Filipa. Passado uma horita de lá estar fui até ao Ginásio encontrar-me com a Susana... Lá fiquei cerca de duas horas e depois vim embora... Fez-me bem caminhar, estar com a Susana... Tudo...
Quando cheguei a casa estendi a roupa que tinha posto a lavar antes de sair e coloquei uma nova máquina de roupa a lavar :) Depois lanchei que já tremia de fraqueza... E agora, agora estou aqui a escrever este blog... Seguidamente vou estender a roupa que já deve estar a terminar a lavagem e ver um pouco de tv para descansar :)
Por agora deixo um beijinhos muito grande a todos os que leiem este blog e que suportaram a minha ausência... Beijinhos

quinta-feira, 2 de julho de 2009

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Visita 1000 Sonhando Vivendo e Feriados

Bem... Sei que tenho andado muito ausente... Mas a verdade é que tenho de estudar... Os exames estão à porta e as matérias são calhamaços... enfim... Não há tempo para tudo e muito menos disposição...
Por isso aprooveitei agora uns minutinhos para vos dizer que está encontrada a visita 1000 do blog Sonhando Vivendo, sendo ela http://anitsi.blogspot.com/ seguindo o print screen...


Neste momento, apesar de ter tantas coisas a contar, não tenho tempo nem capacidades, pois estou cheia de sono... Sim, eu sei que ainda nem 15h da tarde são... Mas eu estou mesmo de rastos, não sei que se passa comigo... Vou ver se "durmo a sesta" para depois me meter a estudar... Embora não sei se isso vai funcionar, mas pegar agora nas coisas para estudar também não funciona, por isso... Tentar não custa, vamos a ver...

Espero que o dia de ontem vos tenha corrido bem... E o de hoje ainda melhor...

Bom fim de semana prolongado para quem o tiver e... Divirtam-se :) Aproveitem-no bastante :) Para quem não tiver ponte na sexta, pensem que é só um dia e depois regressa o verdadeiro fim de semana... Para quem trabalhar quer sexta como sábado... Valeu estes dois diazinhos... Foi um fim de semana "inesperado"... Para quem trabalhar aos fins de semana... Bem... Bom rabalho a todos os que não tenham os próximos 3 dias para aproveitar...

sábado, 30 de maio de 2009

Visita 777 e 1000 do blog Sonhando Vivendo


Pois é... Está encontrada a visita 777...
É ela a Vera Miranda, do blog http://milpontos2.blogspot.com/
Não deixem de passar por lá :)
Entretanto aviso que a visita 1000 terá também direito a uma prendinha ao mandar-me o print screen demonstrando que é a visita 1000...
Divirtam-se :) Beijinhos :)

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Visita 777

E porque adoro o número 7 e todos os que terminem em 7... E porque achei que seria giro oferecer um prémio através de um número mágico... Nada mais mágico do que exactamente este número... 777...
777 é então o número da sorte...
A visita 777 terá direito a uma prendinha minha... Para isso terá apenas de me mandar um mail com o print screen comprovando ter sido o/a visitante 777...
Tudo isto no meu outro blog... http://sonhandovivendo.blogspot.com/
Boa sorte :)
Beijinhos

Visita 15000





Pois é, meus amigos... Está encontrada a visita 15000... E a vencedora é a Carla Mesquita do blog http://cdmesquita.blogspot.com/ ... Não deixem de visitar :)

Parabéns :)

Assim que me for possível enviarei a tua prendinha :)

Assim ao pé de ti

Queria ter coragem
Só p'ra dizer "Gosto de ti"
O amor não revelado
Que não sabe por onde ir
Dois corações
Vão aqui
Bem dentro do peito
Tento fugir
Mas o que fazer?
Nada é perfeito (nada é perfeito)
Eu fico tão feliz
Por te dar um beijo
Não conto os meus segredos
Quero estar assim ao pé de ti
Feliz por te dar um beijo
Não conto os meus segredos
Quero estar assim ao pé de ti...
Queria ter coragem
Só p'ra dizer "Gosto de ti"
O amor não revelado
Que não sabe por onde ir
Dois corações
Vão aqui
Bem dentro do peito
Tento fugir
Mas o que fazer?
Nada é perfeito (nada é perfeito)
Eu fico tão feliz
Por te dar um beijo
Não conto os meus segredos
Quero estar assim ao pé de ti
Feliz por te dar um beijo
Não conto os meus segredos
Quero estar assim ao pé de ti...
Esta música pertencia à telenovela Doce Fugitiva...
Hoje estava a ouvi-la e fez-me sonhar,
por razão nenhuma em especial,
mas ainda assim decidi postá-la aqui.

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Visita 15000

Olá olá :)
Vou apresentar um jogo...
Quem me mandar um e-mail com o "prt sc" como prova de que foi o visitante 15000 receberá uma prendinha minha... Beijinhos...

Vai um docinho?!


Para vos compensar de tanto palavriado :)

A atrás falada Glorinha...

Nunca, mas nunca me vou esquecer que por demasiadas vezes tentou matar a minha mãe e só não o conseguia porque as minhas tias davam por falta da irmã e iam à procura dela, encontrando-a já praticamente desfalecida nos braços daquela bruxa enquanto ela lhe batia. Mas a verdade é uma, ela só se metia com a minha mãe porque a minha mãe era a mais fraca de todas, tinha uma saúde debilitada, desde sempre que tinha bronquite asmático, e era só por isso que era ela a sacrificada. Não acham que é mesmo de ser bruxa? Meter-se com quem não se consegue defender?
Também nunca esquecerei as inúmeras vezes em que me chamou de bruxa… Andava eu no ciclo, cheia de complexos por causa daquela mulher… Adorava o meu cabelo, claro, comprido e encaracolado… Adorava-o mesmo e confesso que tenho saudades dele… Mas quando andava no ciclo (5º e 6º ano) andava sempre de cabelo apanhado porque mal o soltava lá estava ela a dizer que eu parecia uma bruxa… Ela devia era ter inveja do meu cabelo…
Tenho muitas parecenças com a minha mãe ao nível da personalidade, pelo menos eu acho, mas se há coisa em que somos mesmo diferentes, completamente diferentes é nisto: ela esquecia as coisas más mais rápido, eu, pelo contrário, vivo com elas a vida inteira. E a essa perfeita bruxa nunca hei-de perdoar e nunca hei-de conseguir olhar para ela como um membro da minha família, nem tão pouco como um ser humano que erra e que pode mudar… Porque ela nunca há-de mudar e deu provas disso no domingo durante o almoço… Detesto-a… Não sei como a minha mãe se conseguia dar com ela – eu mesma dizia muitas vezes à minha mãe que não percebia como é que elas se podiam dar quando a Glorinha a tentara matar tantas vezes… A minha mãe nada respondia…
Essa não faz cá falta nenhuma, não tem ninguém… Mas a minha mãe fazia… Está tudo ao contrário… Não sei o que é que ela continua cá a fazer, mas Deus há-de ter uma razão.
Lembro-me de, quando mais nova, perguntarem – a mim e ao meu irmão – se ela era nossa avó. Eu respondi prontamente que não, mas o meu irmão respondeu que sim…
Para ele ela é como uma avó, ou pelo menos foi como tal enquanto ele era pequeno. Acho bem ele gostar dela como se assim o fosse, mas não me peçam o mesmo, porque não consigo, não posso e a verdade é que também não quero. Ela nunca gostou de mim porque tenho eu de gostar dela? Ela nem nunca se deu ao trabalho de sequer tentar gostar de mim nem de fazer nada para meu bem. Era tudo Luisinho, tudo Luisinho e Lucindinha era só para lixar por trás… Pois é, o meu irmão sempre foi o menino querido dela. Já eu era a… Olhem, sei lá… Nem sei o que era para ela, devia ser uma pedra no sapato, um mal que desceu à terra… Segundo ela ao Luís nunca podia faltar nada, até o pequeno almoço – na altura da escola primária – iam os dois até ao café (entre 3, para variar…) tomá-lo para que o menino não fosse sem tomar o pequeno-almoço para a escola. Quem ler isto assim deve pensar que a minha mãe não nos dava pequeno-almoço… Dava sim, mas ela queria ir com o menino tomá-lo ao café. Não sei, se calhar pensava que a minha mãe punha veneno… Estou a gozar, claro…
Digam-me lá, como posso eu gostar de uma pessoa destas? Como podem sequer pedir que conviva com ela?
Pois bem, apenas tenho a acrescentar que sim, ela fez-me muito mal (e ainda o faz), mas que graças a Deus e aos meus pais, irmão, restante família, amigos e a mim mesma que não sou a pessoa que por ela seria. Não sou nenhuma “coitadinha”; não sou nenhuma revoltada, sempre recebi muito amor mesmo recebendo o ódio e desprezo dela; não nenhuma isolada; e não sou – muito importante – nenhuma bruxa!!!
Sou uma pessoa com convicções fortes, só mudo se quiser e não é porque os outros dizem que isto ou aquilo; não mudo por mudar, mas porque venho que terei mais vantagens ao adaptar o meu modo de ser com o dos outros; sou uma pessoa que se adapta relativamente bem às pessoas e às situações embora por vezes envergonhada; mais importante que tudo, não deixo de ser eu própria. Sou como sou e “ponto final”!!!
Sou uma pessoa que sofre com os sofrimentos dos outros, principalmente se são pessoas chegadas e mim e eu não posso fazer nada para ajudar; não suporto injustiças (que é o que mais há neste nosso mundinho) – e isso sim, deixa-me revoltada: a injustiça.
Penso que sou uma pessoa carinhosa e que tem um jeito de ser simples e atencioso. (Os meus amigos dizem que sou uma pessoa bastante calma e muito meiga – o que reforça a minha ideia!)…
E mais uma vez me alonguei… Mas já começam a estar habituados a isso… Estranho seria se fosse o contrário, não é? Certamente é o que dirão os meus amigos, pois eles sabem muito bem que eu sou “extensa” ao escrever…

No Domingo passado

No domingo fomos almoçar a casa da tia Dores, a Glorinha também foi – porque na quarta ela tinha feito anos – e foi de boleia connosco.
Na viagem de regresso a casa ela perguntou se eu ou o meu irmão tínhamos 5€, pergunta à qual ambos respondemos que não. Eu sentia-me cansada e ansiosa por chegar a minha casa, à minha cama J e por tal não estava a ligar nenhuma à conversa ao mesmo tempo que ouvia claramente o que se passava e isso é que é estranho…
Sei que ela deu os 10€ ao meu irmão e disse para ele depois me dar 5€. Lembro-me do meu irmão agradecer, mas eu não agradeci (e isso é que é estranho) – mas ela aproveitou logo para mandar a boca “Ela nem agradece”. Aquelas palavras ecoaram no meu inconsciente. Realmente não devia ter agradecido só por aquela boca, mas como tive uma boa educação em casa, agradeci, pedindo desculpas pois estava mesmo distraída. Ainda me dei a esse trabalho…
Não gosto mesmo nada dela e não me venham cá com coisas, o apelido “madrasta” encaixa nela que nem uma luva, pois ela é mesmo má, muito má, uma pessoa ruim… A verdade é que ela só se casou com o meu avô por causa do dinheiro – bem enganada que foi por um irmão do meu avô – aquela velha estúpida…

Noite mal dormida

Esta noite adormeci às 00:30h e acordei às 4:50h... Dei voltas e voltas na cama... Voltei a olhar as horas e eram já 5:30h
Sentia-me cansada, mal conseguia abrir os olhos, tinha a minha cabeça a mil... Podia, pelo menos, estar a pensar na frequência de MSA ou na apresentação de DN que eram esta manhã, mas não... Estava a pensar nas casas dos meus avós, quer a paterna como a materna, ambas as casas que adoro e que se tivesse dinheiro acreditem que comprava sem hesitar; pensava nas obras que faria além da restauração que precisam; depois pensava que eram enormes e que a verdade é que também não poderia ficar com as duas sendo que são as duas na mesma terra, mas o difícil seria escolher qual...
Lá decidi acender a luz e ler uma vez mais os protocolos de MSA. Voltei a apagar a luz e continuei às voltas na cama, dormir que era bom, nada...
Na verdade talvez até tenha dormido, mas foi aquele sono leve que não dá para descansar pois parece que estamos acordados, pelo menos era essa a sensação que eu tinha...
A apresentação correu bem, penso eu; e a frequência também não achei que tivesse corrido mal... A ver vamos quer a nota do trabalho e apresentação como a nota da frequência...

domingo, 24 de maio de 2009

Reflectindo...

Uma vez ouvi:
«Deverá o ser humano padecer por um único erro? Pois então todos padecemos, pois desde que o Homem é Homem que vive errando. Por que foram Adão e Eva expulsos do Paraíso? Não somos nós seus descendentes?»
Pessoa sábia quem falou...

Se Te Amo - Quinta do Bill

Nada em terra e céu, nos pode ensinar
O que vai na alma, de alguém que recusa
Deitar sobre o chão
Eu não
Oh, se te amo
Se não tenho
Oh, a vergonha
De o dizer
E nunca esse acaso ou lei, eu entendi
O homem que em vão se agita
Tão perto do mundo, tão longe de Deus
Eu não
Oh, se te amo
Se não tenho
Oh, a vergonha
De o escrever

sábado, 23 de maio de 2009

Noite diferente

Esta noite foi uma noite diferente... Dormi acompanhada pela pessoa que à mais tempo pede para dormir comigo mas que nunca o tinha feito... A minha princesa Beatriz... Pois é... Esta noite ficou a meu cargo... Chegou a minha casa pouco passava das 21h... Fomos ver um pouco de televisão, depois fomos fazer um bolo, fomos a casa dela buscar o pijaminha - para quem não sabe, ela mora no prédio em frente ao meu - e depois ficamos a ver mais um pouco de tv... Terminou a novela, terminou entretanto o bolo e... cama... Adormecemos pouco depois... Eu quase não dormi (é o que me acontece sempre que durmo acompanhada), mas pelo menos sei que ela dormiu...
Hoje de manhã levantamo-nos às 9h da manhã, fomos ver os desenhos animados e tomar o pequeno almoço... Como ela não bebeu o leite todo (leite com cereais) perguntei se preferia ir até à pastelaria tomar o pequeno almoço. Disse que sim e vestimo-nos... Fomos tomar o pequeno almoço e depois viemos até casa... Liguei o pc e vim até à net enquanto ela estava sentada ao meu lado a ver o que eu estava a fazer (embora de vez em quando escapasse até à varanda para ver os srs a cortar a relva)... Entretanto abri o hi5 e pus-me a jogar com a minha Lulu... Ela achou piada e foi ela quem andou a jogar - e muito divertida e atenta que estava a minha menina :)
Entretanto era hora de ela ir para casa... Lá a fui levar até porque ia almoçar lá em casa dela... No fim do almoço e de algura agitação fui levá-la à catequese... Agora aqui estou sozinha no meu quarto, cansada, extremamente cansada, mas com um sorriso de orelha a orelha porque adoro a minha princesa e sei que ela me adora :) Pois é verdade, posso dar-me ao luxo de o dizer :)
Falta apenas mencionar um episódio que aconteceu ontem à noite... Ofereci uma caneta que dá luz à Beatriz (tenho uma igual para oferecer à Helena)... Depois estavamos a conversar sobre presentes:
- Tu dás-me sempre coisas que eu gosto! - foi ela quem o disse
E eu respondi-lhe: - Mas tu a mim não me dás nada.
E ela: - Dou, dou.
- Não dás não. Nunca me deste um presente. - Disse eu no gozo, atenção foi mesmo no gozo.
Pois bem... Nem imaginam qual a resposta dela...
- Dou-te miminho :)
- Eu é que te dou a ti. - Respondi-lhe.
- Também, mas eu dou-te mais a ti :) - e abraçou-se a mim...
Enquanto víamos a tv deu-me a mão e só ma largou quando eu tive de me levantar para ir espreitar o bolo...
Pois é... Aquela minha princesa é extraordinária... e mimalhinha também... lol lol lol

Pequenas notícias

Finalmente chegou o tão esperado momento em que terei um pouco de tempo para colocar as notícias em dia :)
Comecemos, imagine-se, pela Páscoa - oh tempo :p - Altura essa em que esta desnaturada afilhada recebeu uma prendinha bem apreciada da sua madrinha de blog - a querida amiga Rute :)
Pois é, ainda não tinha tido disponibilidade de cá vir mostrar-vos (gabando-me) o meu presentinho...
De seguida a última novidade sobre o CCR... Aviso aos que ainda não sabem de que a vencedora foi a Joana Miranda... Parabéns amiga :) Estava realmente lindo o teu trabalho - tal como todos os outros trabalhos que concorreram :) Mas o teu foi o mais votado, por tal... A tua prendinha está a ser programada para assim que possível seguir viagem...

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Parabéns...


Ontem pelo menos 3 pessoas que eu conheço fizeram anos... O Pedro, o Pedro Miguel e a Beatriz...

Parabéns, novamente, a todos...

Mas quem me interessa neste momento é uma pessoa em especial... A minha princesa... A Beatriz...

Na segunda fui ao shopping e passeando pela Zara Kidds apaixonei-me por uma camisola e só conseguia imaginar a Bia dentro dela... Encaixava na perfeição nela, tinha eu a certeza...

Comprei a camisola como não podia deixar de ser e fui directa aos correios para lhe enviar a prendinha... Tinha a certeza que ela ia adorar receber a prenda por correio no próprio dia de aniversário... Comprei um postalzinho... Escrevi umas poucas palavras às pressas e pedi quem enviassem em correio azul...

Ontem a Carla (mãe da Bia) disse-me que já tinha chegado e que estava curiosa para ver, que teve vontade de abrir, mas que se conteve :)

Após ter aberto a prendinha, a Bia telefonou-me e disse-me, como eu imaginava, que tinha adorado e pôs-se a ler o que dizia o postal... Notei a euforia dela e adorei falar com ela, poder dar-lhe os parabéns por voz... Sei que ela estava triste porque eu não estava lá... Mas também sei que adorou a surpresa... E todos naquela casa gostaram da camisola que apesar de não ser nada de excepcional era muito gira... Oh pá, era mesmo gira :p

Por isso minha princesa - sei que gostaste de ler essas simples palavrinhas no teu postal - te desejo tudo de bom... Adoro-te :)

Trabalhos

Desculpem ter estado tão ausente... Mas tenho tido tanto trabalho ultimamente... A verdade é que não tenho parado... Ou porque tenho estado a estudar, ou porque tenho estado a arrumar a casa, tralhas dum lado para o outro, ou porque foi a queima da Paty ou porque tenho de fazer trabalhos de grupo... Enfim... Montes de coisas que mal dá vontade de ligar o pc quanto mais parar para vos falar um pouco...
Bem... Na semana passada começaram com as obras ao chão cá em casa, ficaram, até quinta, prontos os quartos do fundo e da Paty... Depois foi limpar pó, o chão todo, wc's, cozinha... Tudo a fundo... Sábado levantar super cedo... Queima da Paty com a missa da Benção das Pastas logo pela manhã... éramos 12 pessoas... uma animação pelo fim de semana fora... :) Assim que ficamos só as duas, de novo arrumações... Limpar casa toda e, inclusive, eu mudei-me para o quarto do fundo - provisoriamente - pois na seguunda começavam as obras no meu quarto... Na terça ficou o chão pronto ao final da tarde... Mas ainda deu para ver o desfile passar... Limpar o pó, o chão, fazer a cama e começar a mudar umas coisitas para o outro quarto... Hoje meia doentita tive a tratar de um trabalho e agora tenho de estudar um outro que é para apresentar amanhã - Anatomia... Amanhã tenho dentista e quero ver se arrumo já direito os quartos...
E depois vou passar o fim de semana a Coimbra, a casa da Paty...

domingo, 3 de maio de 2009

A todas as mamãs


Dia da Mãe

Mãe,
Ofereceste-me a melhor prenda,
a vida…
e por isso nunca serás esquecida.
Ensinaste-me a conquistar a felicidade,
e, a nunca desistir
de uma grande amizade.
Sempre me deste amor,
e encheste o meu mundo cheio de cor.
Para ti…
meus braços estarão sempre abertos,
prontos para te abraçar.
Nunca… mas nunca te vou apagar
Do meu pobre coração,
Tua imagem estará sempre guardada,
como uma boa recordação…

Casamentos

Bem... Este parece que é mesmo o ano dos casamentos...
Há menos de 4 horas fui convidada para o 4º casamento este ano...
Tudo de amigos...
O primeiro foi no dia 4 de Abril, ao qual não fui...
De seguida tenho um dia 29 de Agosto duma amiga que até sou eu (e ela) quem está a fazer as lembranças e ainda temos de as acabar...
Posteriormente, dia 4 de Outubro terei da Marisa (fez questão de me dizer pessoalmente que ia casar e de afirmar que eu pertencia à lista de convidados... E mais... Não aceitava um não como resposta!! Claro que não podia dizer que não :) Gosto muito de ti, linda e bem sabes que só quero que sejas feliz...)
Logo no dia a seguir, dia 5 de Outubro tenho o casamento de uma pessoa muito especial para mim... E ao qual também não poderei faltar...
Mas o mais engraçado é que os dois que não posso mesmo deixar de ir são dois dias seguidos... Ai meu Deus... Vai ser bonito, vai :)

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Selinhos recebidos

Recebi estes selinhos de duas meninas muito fofinhas...
Da minha madrinha Rute e da sua outra afilhada Patrícia :)

Ofereço-os a todas as meninas que os queiram receber...

Da amiga Patrícia e da madrinha Rute recebi também o seguinte selinho que dedico também a todas que o queiram receber :)



Para este selinho tenho de ultrapassar um desafio... Listar 3 atributos que me fazem uma verdadeira DIVA...

1ª Sou uma pessoa simples e honesta...

2ª As pessoas podem confiar em mim...

3ª Detesto injustiças e adoro ajudar os outros...

Da Patrícia recebi também este lindo selinho...



"Tenho tantos sonhos que se realizasse pelo menos um dar-me-ia por completa"

As Regras são:

- Colocar o selo no seu blog;

- Deixe um comentário no meu blog;

- Avise os amigos a quem oferecer o selo;

- Falar sobre um sonho que tenham guardado na alma...


Ofereço este selinho a todas as meninas que por aqui passem e o queiram levar :)

terça-feira, 28 de abril de 2009

Reamonn e Slide

Acabei de ver o comentário que a Joana me deixou e estou roidinha de ciúmes... :p Ciúmes saudáveis :) Mas estou a contentar-me ao ouvir os álbuns dos Reamonn... Fico tão triste por perder esta oportunidade... Mas mesmo... Sim, eu já os vi ao vivo... Mas, ó pá, são para mim a melhor banda do mundo inteiro (desculpem-me os Slide que também adoro, mas pronto... penso que compreendem!!)

Além das músicas que aqui postei, que são algumas das que mais gosto e acreditem que é mesmo difícil dizer que gosto mais desta do que daquela porque isso depende do estado de espírito com que se está no dia a ouvir as músicas... Se calhar hoje uma diz-me mais, mas amanhã é outra... Mas pronto... Acreditem também de que ainda assim foi difícil escolher estas para pôr aqui... Porque eu gosto tanto de todas... Até algumas que parecem malucas e tal... Ó pá eu gosto... Não sei explicar... Mas o que eu queria mesmo dizer com esta história toda é que não coloquei uma das músicas mais importantes para mim desta banda porque foi a música que me fez "apaixonar" pela banda... Na altura só se ouvia falar da música "Star"... Não discordo que essa música seja bonita, mas verdade seja dita que está batida e mesmo na altura ficou batida muito despressa... Mas como ia dizendo, essa música fez com que me oferecessem o cd e na altura apesar de gostar de todas as músicas (como estão fartos de ler...) uma chamou-me à atenção... "Strong"... Essa música fez com que eu voltasse a ouvir o cd e mais outra vez e outra e pronto... Fui à net vasculhar sites e tal e descobrir os cd's anteriores deles e pronto... E aqui fica uma foto que aprecio bastante (além das que eu tirei no TMN 24h, apesar de ser proíbido...)...

Já agora aproveito para avisar que no próximo dia 23 de Maio os Slide actuarão no PIN UP BAR, no Porto... Não quero desculpas para não irem... Não há como enganar é na Sá da Bandeira... 'Bora lá pessoal a dar um saltinho ao site deles e ver os pormenores...

Promised Land - Reamonn

Look me in the eyes tell me what you see inside of me
Look me in the eyes and tell can you see how much I need You
Take me by the hand tell me what you feel, feel for me
Take me by the hand and tell me is it real or is it just fantasy
'Cause I see and I believe in you and me and I hold in side the seed of our lives
Now you can decide if what you believe is really true
I see in your eyes what you really need you're afraid to loose it's true, you, you'll see we can live this fantasy
'Cause I see and I believe in you and me and I hold in side the seed of our lives
Take me by the hand and I'll show you my promised land
Take me by the hand and I'll show you my promised land
Take me by the hand and I'll show you my promised land
Take me by the hand and I'll show you my promised land

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Beautiful Sky - Reamonn

Oh tonight, shines down a guiding light
Showing a former life
When we felt so alive
In a sea of light swimming before my eyes
Hold on to what is right
Open your open mind
Oh no please don't let me go no please
Don't leave me here to grieve innocent times
In the beginning I felt we were living I felt so alive
Under beautiful skies
Oh tonight slip in and out of life
Yet feeling so alive
Lost in the sea of light
Oh no please don't let me go no please
Don't leave me here to grieve innocent times
In the beginning I felt we were living I felt so alive
Under beautiful skies
Oh no please don't let me go no please
Don't let me go no please Beautiful Skies
In the beginning I felt we were living I felt so alive

Angels Fly - Reamonn

She saw the world through her smile
When she held your hand you knew
it'd be all right
She spoke of places she'd never been
"Now is the
time", she'd say, "to live the dream"
And she told us how she could fly
And she said "no need for goodbyes"
For we'd see her there in the skies
where angels fly
Angels Fly
She stayed a while that summers day
Spoke through a smile of how she'd go away
I saw in her eyes her pain
She took my hand and said it'd be ok
And now she's soaring up through
the sky
And she takes us all in her flight
And she told us the reasons
why Angels fly, Angels fly
Some summer days I can see her smile
In so
many ways she's still alive
And the love that she gave I keep down inside
I'm keeping it safe 'til I learn to fly
And she's soaring up through the
sky
And she takes us all in her flight
And I feel she is still alive
Where Angels Fly, Angels Fly
And she told us how she could fly
And
she said no need for goodbyes
For we'd see her there in the sky where Angels
fly


A ti, minha mãe, dedico esta
música...

És agora um anjo que está no céu...

Protegendo-me a mim, ao mano e
ao pai...

Sei que olharás sempre por nós...

Mãe... Sei que sabes...

Mas não me canso de o dizer...

Amo-te mais do que se possa
imaginar,

Mais do que se pense ser
possível...

Porque meu amor por ti vai além do céu

e das estrelas que nos separam...

Simplesmente porque é impossível desfazer
tudo o que vivemos...

Simplesmente porque tudo o que vivemos jamais
nos poderão roubar...

Simplesmente porque todos aqueles momentos
serão nossos,

e só nossos...

E porque hão-de ser sempre
assim...

E porque eu quero tal como tu quererias que
fossem sempre nossos. e só nossos...

Por tudo isso e por muito mais...

E porque foste, és e sempre serás a minha
mãe...

A minha alma...

Tu eras tudo para mim e é por ti que aqui
estou...

A ti devo tudo que sou

e a ti darei tudo o que serei...

Por ti, minha mãe,

por ti continuo lutando mesmo quando me
pergunto se vale mesmo a pena...

Recordo teu sorriso naquele dia,

no dia em que te disse "entrei" à saída do hospital

e então sei que sim, que estou no caminho
certo...

Pois este é o nosso sonho...

A concretização de um sonho...

E sairemos vencedoras desta
luta...

E, então, mãe...

Eu te dedicarei esta vitória...

Como te dedico todos os dias da minha
vida...

Amo-te tanto que eu mesma nunca pensei ser
possível...

Mas é, porque eu o sinto...

E sentirei sempre, porque esta chama que arde
em mim não tem pavio...

Arde por arder...

Arde por amor...

Simplesmente arde, mãe...

Arde consoante nossa lembrança...

Arde por ti, por mim...

Mãe, ela arde por nós...

Mãe... Minha mãe... Meu anjo...

Falling Down - Reamonn

Two times today I had to call you up to let you down
Don't wanna let you down
Two times today I ran out of luck and I let you down
Don't wanna let you down
Cause I fall down when you're not around
Yeah I fall down when you're not around
Two times today I messed up and let you down
Don't wanna let you down
Thought I heard you say I nearly lost your love
cause I let you down
Don't wanna let you down
Cause I fall down when you're not around
Yeah I fall down when you're not around
I fell down two times today
I fell down two times today
Yeah I fall down when you're not around
Yeah I fall down when you're not around
I feel I'm falling down, take a look at me can you see me fall
I'm falling down, can't you see me falling down
Can't you see me fall,
Can't you see me falling down
Can't you see me falling down
I feel I'm falling down
I feel I'm falling down

Simplesmente linda...

Tonight - Reamonn

She never took the train alone
She hated being on her own
She always took me by the hand and say she needs me
She never wanted love to fail
She always hoped that it was real
She'd look me in the eyes and say believe me
But then night becomes the day and there's nothing left to say
If there's nothing left to say then something's wrong
Oh tonight you killed me with your smile so beautiful and wild, so beautiful
Oh tonight you killed me with your smile so beautiful and wild, so beautiful and wild
And as the hands would turn with time
She'd always say that she was my mine
She'd turn and lend a smile to say that she's gone
But in a whisper she'd arrive and dance into my life
Like a music melody like a lovers song
Oh tonight you killed me with your smile so beautiful and wild, so beautiful
Oh tonight you killed me with your smile so beautiful and wild, so beautiful and wild
Through the darkest night comes the brightest light
And the light that shines is deep inside
It's who you are
Oh tonight you killed me with your smile so beautiful and wild, so beautiful
Oh tonight you killed me with your smile so beautiful and wild so beautiful, beautiful
Oh tonight you killed me with your smile so beautiful and wild, so beautiful and wild
So beautiful and wild,
So beautiful and wild.

Supergirl - Reamonn

You can tell by the way
She walks that she's my girl
You can tell by the way she talks she rules the world
You can see in her eyes that no one is her Chi
She's my girl my Super girl
And then she'd say it's OK I got lost on the way
But I'm a Super girl and Super girls don't cry
And then she'd say its all right I got home late last night
But I'm a Super girl and Super girls just fly
And then she'd say that nothing can go wrong
When you're in love what can go wrong
And then she'd laugh the nighttime into the day
Pushing her fears further along
And then she'd say it's OK I got lost on the way
But I'm a Super girl and Super girls don't cry
And she'd say it's all right I got home late last night
But I'm a Super girl and Super girls just fly
Then she'd shout down the line tell me she's got no more time
Cause she's a Super girl and Super girls don't cry
Then she'd scream in my face tell me to leave, leave this place
Cause she's a Super girl and Super girls just fly
She's a Super girl a Super girl
She's sewing seed she's burning tree
She's sewing seed she's burning tree
She's a Super girl a Super girl
A Super girl my Super girl

Reamonn, domingo, na Queima do Porto


Pois é... Os Reamonn vão estar novamente no Porto, mas desta vez na Semana Académica... E, imaginem... Eu não vou ver... A menos que arranje companhia, claro está... Sim, porque vontade não me falta nenhuma... Ainda por cima só volto para Bragança na segunda-feira... Mas é que eu queria tanto voltar a vê-los...


Simplesmente acho-os demais... Adoro as suas músicas, o som, a voz... Tudo... Tudo...


Mas o mais engraçado é que nunca aqui postei nenhuma música deles... Pois então aqui vão algumas que eu gosto... Apesar de eu gostar de todas... Este é um dos únicos grupos/músicos em que posso dizer com todas as letras... Que gosto de tudo e praticamente a 100%... É dos poucos grupos/músicos em que ouço o cd do início ao fim e que vale mesmo a pena...


Enfim... sem palavras...

Segunda chance

«As Sibilas, feiticeiras capazes de prever o futuro, viviam na antiga Roma. Um belo dia, uma delas apareceu no palácio do imperador Tibério com nove livros; disse que ali estava o futuro do Império, e pediu dez talentos de ouro pelos textos. Tibério achou caríssimo e não quis comprar.
A sibila saiu, queimou três livros, e voltou com os seis restantes. "São dez talentos de ouro", disse. Tibério riu, e mandou-a embora; como tinha coragem de vender seis livros pelo mesmo preço de nove?
A sibila queimou mais três livros e voltou para Tibério com os únicos três volumes que restavam: " custam os mesmos dez talentos de ouro". Intrigado, Tibério terminou comprando os três volumes, e só pode ler uma pequena parte do futuro.
Estava contando esta história para Monica, minha agente e amiga, enquanto viajávamos de carro para Portugal. Quando terminei, me dei conta que estávamos passando por Ciudad Rodrigo, na fronteira com a Espanha. Ali, quatro anos antes, um livro me havia sido oferecido, e eu não comprei.
Na primeira viagem de divulgação de meus livros na Europa, resolvera almoçar naquela cidade. Depois, fui visitar a catedral, e encontrei um padre. "Veja como o sol da tarde faz tudo mais bonito aqui den­tro", disse ele. Gostei do comentário, conversamos um pouco, e ele me guiou pelos altares, claustros, jardins interiores do templo. No final, ofereceu-me um livro que havia escrito sobre a igreja; mas eu não quis comprar. Quando saí, senti-me culpado; sou escritor, e estava na Europa tentando vender meu trabalho - por que não comprar o livro do padre, por solidariedade? Mas esqueci o episódio, até aquele momento.
Parei o carro; não fora por acaso que eu me lembrara da história dos livros sibilinos. Nos encaminhamos para a praça em frente à igreja, onde uma mulher olhava o céu.
- Boa tarde. - Vim aqui encontrar um padre que escreveu um livro sobre esta igreja.
- O padre, que se chamava Stanislau, morreu faz um ano - respondeu ela.
Senti uma imensa tristeza. Por que eu não tinha dado ao padre Stanislau a mesma alegria que eu sentia quando via alguém com um dos meus livros?
- Foi um dos homens mais bondosos que conheci – continuou a mulher.- Vinha de uma família humilde, mas chegou a tornar-se um espe­cialista em arqueologia; ajudou a conseguir para meu filho uma bolsa no colégio.
Contei a ela o que fazia ali.
- Não se culpe à toa, meu filho - disse. –Vá visitar de novo a catedral.
Achei que era um sinal, e fiz o que ela mandava. Havia apenas um padre num confessio­nário, esperando os fiéis que não vinham. Pediu que me ajoelhasse, mas disse que estava ali apenas comprar um livro sobre esta igreja, escrito por um homem chamado Stanislau.
Os olhos do padre brilharam. Ele saiu do confessionário e voltou minutos depois com um exemplar.
- Que alegria você ter vindo só por isso! - disse. - Sou irmão do padre Stanislau, e isto me enche de orgulho! Ele deve estar no céu, contente por ver que seu tra­balho tem importância!
Paguei o livro, agradeci, ele me abraçou. Quando eu já ia saindo, escutei sua voz.
- Veja como o sol da tarde faz tudo mais bonito aqui dentro! - disse.
Eram as mesmas palavras que o padre Stanislau me dis­sera quatro anos antes. Sempre há uma segunda chance na vida.»
Paulo Coelho

domingo, 26 de abril de 2009

Bingo das Cidades


Através do blog da Chocolate http://madebychocolate.blogspot.com/ fiquei a par de mais um desafio. Pois é, leiam bem e participem, vai ser engraçado...
Sendo assim, aviso de que o bingo está lançado e as inscrições abertas!! Estão todas convidadas a participar, é muito simples:

1 - as inscrições são feitas por email: patchocolate@gmail.com
2 - o email deve ter o titulo "bingo cidades"
3 - No email deve conter uma lista com 40 nomes da lista de 60 que está neste post, o link do blog e o nome da participante
4 - Divulgar o bingo e a imagem no seu blog :)
5 - As inscrições serão até dia 15 de maio.


Bingo Ciadades - Escolher 40 nomes destes 60. A primeira a gritar bingo será a vencedora de uma prendinha da Chocolate :)


1 - Lisboa
2 - Madrid
3 - Paris
4 - Londres
5 - Nova York
6 - Barcelona
7 - Bruxelas
8 - Amesterdão
9 - Berlim
10 - Munique
11 - Frankfurt
12 - Viena
13 - Zurique
14 - Boston
15 - Orlando
16 - Tampa
17 - Berna
18 - Bucareste
19 - Budapeste
20 - Praga
21 - Bratislava
22 - Cracóvia
23 - Tallin
24 - Riga
25 - Vilnius
26 - Roma
27 - Veneza
28 - Zagreb
29 - Rio de Janeiro
30 - Buenos Aires
31 - Las Vegas
32 - Los Angels
33 - Porto
34 - Dublin
35 - Estocolmo
36 - Helsinquia
37 - Copenhaga
38 - Varsóvia
39 - Edimburgo
40 - Brisbanne
41 - Sydney
42 - Perth
43 - Atenas
44 - São Francisco
45 - Camberra
46 - Toronto
47 - Vancouver
48 - Melbourne
49 - Milão
50 - Moscovo
51 - Luxemburgo
52 - Estambul
53 - Sofia
54 - Skopje
55 - Belgrado
56 - Reykjavik
57 - Kiev
58 - Oslo
59 - São Petersburgo
60 - Ljubliana

sábado, 25 de abril de 2009

Se soubesses...

Porque será que quando finalmente evaporas do meu pensamento alguém faz questão de me relembrar da tua existência? Mas será que ainda não deu para entender que não pertences à minha vida? Não porque eu não queira, mas porque tu não queres...
Porque apareces para tão depressa desapareceres?
Porque apareceste no funeral da minha mãe? Porque me deste aquele abraço sufocante que apesar de não querer, sabia que não voltaria a ter outro igual? Porquê? Porque fazes isto na minha vida? Decide-te. Ou entras e ficas de vez... Ou sais e dasapareces para sempre...
Eu sei, eu sei que neste caso a culpa não é tua, tu desapareceste sim... Alguém é que não deixa que isso aconteça definitivamente... E assim vais entrando e saindo da minha vida mesmo que seja só no meu pensamento...
Mas eu não quero nada disso para mim, não quero nada disso para a minha vida...
Podes voltar a aparecer se a tua intenção for ficar... Não te direi que não se vieres falar comigo... Mas eu não... Eu não voltarei a dar o primeiro passo... Não, para mim chega...
Não quero mais humilhar-me... Não posso permitir isso para mim... Afinal foste tu quem se afastou, és tu quem tem de dar o primeiro passo, se ainda houver passo algum que seja a dar...
Porque perguntas por mim aos outros e não mo perguntas a mim mesma... Eu respondo-te... Mas tens de me perguntar... E podes fazê-lo, a sério que podes...
Por vezes penso se estarei certa ao manter-me fiel à minha promessa de não te falar sem que me fales ou se será pura teimosia... Mas por mais que até me possa apetecer falar-te, já sei que não obterei resposta e então penso... Para quê? Para quê humilhar-me? Oh... Porquê, porquê? Porque tem de ser assim?
A Liliana disse-me que estás igual àquela altura em que fomos acampar; que é só casa trabalho... Mas... E de quem é a culpa? Tua, somente tua. Porque puseste de lado os teus amigos, aqueles que poderiam ser teus amigos e aqueles que mesmo não sendo teus amigos gostavam de ti... Porque finalmente descobriste que aqueles a quem chamavas "amigos" queriam na verdade "comer-te", queriam na verdade diversão, que não eram sinceros e que não estavam lá quando precisavas... Mas esta história já a sabes tão bem...
Pena? Não, nem isso sinto por ti... E posso dizer-te que, apesar de ainda algumas vezes me lembrar de ti, destruiste o carinho que sentia por ti exactamente na semana a seguir ao funeral da minha mãe... E já lá vai 1 ano e quase 3 meses...
1 ano e 3 meses...
Surpreende-me...
Sei que não lerás esta mensagem, mas se o fizeres... Supreende-me... Fala-me... Se quiseres, claro...



Mesmo que não me vejas...
Estarei te olhando...
Mesmo que não me toques...
Estarei te sentindo...
E por onde passares...
Estarei te seguindo...
Sabe por quê?
Porque mesmo longe não te consigo esquecer...



Palavras ditas ao vento, situações sugeridas sem saber, à espera que um dia se tornem realidade.

O Amor


Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios, e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres , e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

25 Abril: A revolução dos cravos


Livre como um pássaro
A voar na floresta
É assim a liberdade
Que ainda nos resta

Estar preso não faz sentido
Como um medo que se sente
Tal como um pedaço de nós que está ferido
A ferver em água quente

Não existe equilíbrio
Nesta balança pesada
Sê livre com um rio
Que corre na madrugada

Ser livre é ser feliz
Estar preso é ser frustrado
Como a canção que diz
Eu quero ser amado.

(By FallenAngel24)

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Cão mau

Esta noite tive um sonho muito estranho...
Sonhei com a casa "mãe" de S. Vicente, com o pessoal de lá... Até parecia engraçado o sonho ao início, mas ao longo do sonho, este foi mudando... Entravam dois cães no sonho, supostamente cães esses que apesar de maus, lá estavam no cantinho deles, só latiam se alguém se aproximava... Mas o pior foi mesmo a parte final do sonho, onde após eu dar o alerta de que um dos cães se havia soltado e atacado o Pedro (um dos miúdos de S. Vicente), esse mesmo cão veio na minha direcção e atacou-me directamente com os dentes no meu pescoço...

  • Sonhar que um cão nos morde ou late, é sinal de adversidade para quem sonha, alguém nos trairá.
  • Ser atacado por um cão é sinal de traição de falsos amigos; intrigas na família.
  • Ver um cão latindo significa novidades no campo sentimental.

Selinho da Amizade



Um amigo é uma mão que sempre segura a tua,

em qualquer lugar que você se encontre,

sem importar estar longe ou perto.



Um amigo é alguém que sempre está,

sempre atento.

Um amigo é uma sensação de eternidade no coração.



Um amigo é a única porta que sempre está aberta.

Um amigo é alguém a quem podes lhe dar tua chave.



Um amigo é uma das coisas mais belas

que podes ter e uma das melhores coisas que podes ser...





Regras:


  • Colocar o selo no seu blog

  • Deixe um comentário aqui no meu blog

  • Avise os amigos a quem oferecer o selo

  • Escrever uma mensagem que fale de amizade.

Deixo o selinho a todas as amigas que o queiram levar....

Dia Mundial do Livro


É hoje o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor!


"Comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril, dia de São Jorge, esta data foi escolhida para honrar a velha tradição catalã segundo a qual, neste dia, os cavaleiros oferecem às suas damas uma rosa vermelha de São Jorge e recebem em troca um livro.

Para além disso, é prestada homenagem à obra de grandes escritores, Shakespeare e Cervantes, falecidos em 1616, exactamente a 23 de Abril.

“Partilhar livros e flores, nesta primavera, é prolongar uma longa cadeia de alegria e cultura, de saber e paixão”, é manter viva a chama que nos alenta o coração e nos aquece a alma, é dar continuidade à demanda de emoções que o livro transmite e o Homem sente.

Esta data é simbólica, sem dúvida, pois os livros, tal como as emoções, devem fazer parte da vida de qualquer humano todos os das, em qualquer momento. As palavras, as páginas, os livros, são termos secos mas contêm em si, cada um, mensagens e sentimentos tão fortes e vivos como a mais pura das crianças.

Cada livro é um profeta que nos dita visões, que nos narra histórias e nos ensina. Um livro vive, com a sua alma passiva, e acompanha o leitor como um amigo, seguindo-o e completando-o.

Por isso mesmo o Homem ama-o, desde que o conheça profundamente, e reconhece o seu valor.

Por todo o mundo, hoje, se demonstra um pouco desse reconhecimento, quase que em forma de agradecimento, de adoração. Portugal não é excepção, e são muitas as instituições que assinalam este dia, seja com a realização duma Feira do Livro, exposições, espectáculos culturais, palestras, declamações ou com o simples, mas sincero, assinalar deste dia.

O livro é o meu passaporte para um mundo só meu, longe deste real e apático universo. Agradeço-lhe por existir e espero que possam ser muitos os que pela minha vida venham a passar. Porque ler é viver, e porque a minha vida só tem sentido com a leitura.Seja de que forma for, não se esqueçam de assinalar este dia. O livro agradece..."


(Texto retirado do blog http://oslivros.blogs.sapo.pt/29116.html ) e eu retirei-o do blog da minha querida madrinha Rute, http://rute-pontocruz.blogspot.com/ ... Adorei simplesmente o texto, tal como ela... Ainda por cima como fã da leitura e da escrita que sou, não poderia deixar de homenagear tão belo dia :)

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Parabéns a você...


Queria apenas desejar os parabéns a duas já amigas blogueiras...



A Gy e a Joana...



A elas um beijinho recheado de felicidades...

Aventura no regresso às aulas

Bem... final das férias... altura de regressar a bragança - dia 13 de Abril de 2009
O autocarro partiria do Porto as 17,45h, mas só partiu eram quase 18.30h... Penso que algum autocarro se tenha atrasado e tivemos de esperar porque mal entraram meia dúzia de pessoas arrancamos...
Viagem pela autoestrada tudo muito bem... Saímos da autoestrada. Intramos na IP4. Chegamos ao Marão e parámos...
Porquê?
Tinha havido um acidente que impediu o trânsito nas duas vias, com, no mínimo, 4 carros envolvidos em que dois estavam completamente desfeitos e os outros dois também não estavam em melhor estado... 6 ambulâncias em que duas delas eram do Inem e uma das que já tinha transportado pessoal voltou ao local... ou seja "sete ambulâncias"... Dois camiões-tanque dos bombeiros para limpar a estrada em que bombeiros seguravam as mangueiras e outros varriam a estrada... Sei lá quantos carros da polícia, GNR e Brigada de Trânsito e uma carrinha do Inem... Sei lá quantas pessoas envolvidas... e como ficaram...
Pior ainda, sei lá como se deu o acidente e/ou a causa deste... Não me venham com a teoria de que a estrada é perigosa porque já a conduzi várias vezes e em várias épocas do dia e nunca tive problemas porque prestei atenção à estrada... A estrada é sim perigosa se não se ligar à velocidade e à sinalização... Daí que a estrada não é perigosa, mas sim as pessoas fazem-na perigosa...
Sei destes pormenores do acidente porque à medida que os carros iam fazendo inversão de marcha nós (autocarro) íamos avançando... e chegou a uma altura - a altura final - em que já estavamos no local e dava para ver o que se passava...
Resultado mais de 1:30h ali no trânsito... Supostamente chegaríamos a Bragança às 20:45h, ou 21h e chegamos às 23h e porque, digo eu, o motorista ultrapassou a velocidade... Digo isto porque ele fez Vila Real - Mirandela em 45min quando o trajecto é de 1h ou mais, e isto é só um exemplo...
Mas pronto...
Pior foi mesmo quando cheguei a casa... Super, hiper cansada... Só me queria deitar e jantar - pois estava cheia de fome...
Tinha aulas às 9,30h e precisava mesmo descansar... Mas qual quê... Que filme que foi... Casa inundada... Limpar tudo... Eram 3h da manhã quando me deitei... Mas não pensem que já estava tudo direitinho, qual quê... Ainda havia tanto que fazer, eu simplesmente já não aguentava mais... Mas deixem que vos diga que após 5 a 10min de eu chegar e dar com o problema (bicha de ligação debaixo da banca "rompeu") e desligar a água, chegou uma colega de casa (a Carla)... Entre ligar para os senhorios, para uma outra colega de casa (que afinal já não é colega de casa) e sei lá mais o quê, o meu saldo foi quase para metade... Mas que fazer?... Lá nos pusemos a limpar tudo... Uma colega minha que mora no segundo esquerdo (ou seja por baixo de mim) veio ajudar-nos e foi embora por volta das 2h... Coitada...
Eram 8,30h estava eu a levantar-me não para ir para as aulas - como deveria ser - mas sim para limpar a casa... Morta como eu estava, que mal me aguentava em pé... A Carla levantou-se também a essa hora e os senhorios também apareceram - ela para ajudar nas limpezas e ele para reparar a bicha, ou seja, trocá-la.
Depois deles - os senhorios - irem embora, por volta das 11h da manhã, eu e a Carla fomos às compras... Mal cheguei a casa devorei 2 pães com fiambre... Aquilo era jantar, ceia, pequeno-almoço e quase almoço...
Nisto continuei a arrumar pois ainda havia muito a fazer e o que fez a outra? Foi dormir sem sequer se dignar a avisar-me...
Eram 3h da tarde quando chegou a Paty que ficou escandalizada com o que viu - apesar de já estar sob alerta... Lá desfez a mala, telefonou aos pais horrorizada e ainda me ajudou com o que ainda havia para fazer...
Eram 5h da tarde quando me deitei a descansar um pouco as pernas enquanto via umas coisas no computador (após arrumar tudo)...
Ao jantar, encontramo-nos as 3 na cozinha e eu estava a comentar com a Paty que estava tão cansada, que estava tão ansiosa por me deitar e dormir e diz a outra "ah, eu pelo menos dormi à tarde" já não me lembro se ela disse "dormi" ou "descansei", mas vai dar ao mesmo... Eu respondi logo "pois, e eu a arrumar"... Bastou para que ela me fulminasse com o olhar... Ando tão irritada com a infantilidade dela que nem imaginam... Eu e a Paty, claro...
No fim do jantar deitei água quente para dentro duma bacia com sal e um pouco de gel de banho... Levei para o meu quarto e coloquei os pés de molho, no fim creme, muito creme, uma massagenzita, meias e cama (após arrumar a bacia!!)...
Quarta de manhã apresentei um trabalho... Eu e mais 3 raparigas... Até não correu mal... Mas o melhor foi mesmo quando a profe se pôs a fazer uma série de elogios... Foi o único - ou dos únicos - trabalho que ela elogiou (e já foram apresentados 6, acho eu)... Todos nos passamos, até os que estavam a assistir...
Bem... Este é o meu relatório, não bem pormenorizado, mas pronto...