quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Apenas porque sim


Espelhos de mim


Já tiveste a oportunidade de estar numa sala cheia de espelhos? Segundo a posição do espelho e de acordo como dirigimos nosso olhar, temos uma nova visão. A mesma pessoa, ou mesmo objeto, pode ser visto de várias formas diferentes. Coisa simples e que toda a gente sabe. Mas o que nem toda a gente pensa é que na vida é exatamente a mesma coisa. Muda a nossa visão quando mudamos o nosso olhar para outro lado. O erro está em dirigir sempre o olhar na mesma direção. É assim quando atravessamos águas turbulentas. E é essa visão única na nossa frente que nos abate, nos conduz ao desespero. O homem só se desespera quando não consegue ver saída. Portanto, pega o teu espelho e tenta ver outros ângulos. Talvez do outro lado a coisa não seja assim tão difícil. Quem sabe essa não é aquela oportunidade que te estava a faltar, fazer dirigir o olhar para outra direção? Somos pessoas acomodadas! Ah, terrivelmente acomodadas. Uma vez instalados, por que mudar? E quando uma situação nos obriga a ficar de pé, aí sim é que fica difícil. O fato de estarmos sempre sentados no mesmo lugar pode nos deixar com as pernas preguiçosas. Não peças nenhum esforço de ti mesmo e vais ver como as pessoas também enferrujam.
Quando olho para a frente e tudo parece obscuro e indeciso, procuro os outros ângulos do meu espelho. E apego-me à parte mais positiva. Eu sei que de uma maneira ou de outra Deus me dará uma saída, uma porta, uma janela aberta. E se na minha pequena visão eu não conseguir enxergar (podemos ser muito pequenininhos de vez em quando!), Deus vê por mim, eu creio nisso e espero. Eu sei que não sou de pedra, não sou dura e nem indestrutível. Eu também sofro e choro às vezes. Deus deu-me esse espelho invisível para que eu possa avaliar sempre uma situação olhando por todos os lados.

domingo, 9 de dezembro de 2012

De repente...


De repente acaba-se o sono e os sonhos não voltam mais. Estamos despertos para a vida, mas nem sempre estamos acordados para viver. Muitos ensinamentos foram dados, mas na hora de colocá-los em prática, tropeçamos em muitas dificuldades e esbarramos na distância que separa o concreto do abstrato. Aprendemos a estudar, mas não significa que sabemos as coisas. Aprendemos a falar, mas isto não quer dizer que as nossas palavras tenham sentido. Aprendemos a sorrir, mas nem sempre significa que estamos alegres. O muito que aprendemos, nunca é o bastante. Não nos ensinaram a chorar, talvez por isso as nossas lágrimas sejam tão sinceras. Não nos ensinaram a sofrer, talvez por isso os nossos sofrimentos sejam tão sentidos. Não nos ensinaram o gosto da derrota, talvez por isso nos sintamos tão arrasados quando a vitória foge das nossas mãos. E o pior disso tudo, é que a vida não para, não espera, não recua, também não dá férias, nem oportunidade de recuperação, não se resume num simples encontro, nem tão pouco numa viagem de lazer. Na vida tudo tem limites, até a fuga. Um dia, fatalmente iremo-nos deparar connosco mesmo, sem disfarces, e diante das nossas próprias consciências, virá o encontro, talvez o desencontro, a certeza, ou quem sabe a dúvida, o orgulho bem como a vergonha, a vontade seguida ou não do desejo, a dor, o desespero, o sentimento de perda, enfim, sempre aparecerão facetas diferentes de nós; mas uma coisa é essencial: convém sermos sinceros. 

Como humanos somos muito vulneráveis, e essa nossa vulnerabilidade leva-nos muitas vezes a perder forças, coragem e persistência nos nossos ideais. Muitas vezes achamo-nos sós em relação ao mundo e em relação a nós mesmos, e às vezes dado a situações diversas pensamos que desaparecer, fugir, partir enfim desistir de continuar a viver poderia ser a saída. 

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

O sol sempre nasce...

Há alturas na nossa vida que a noite parece interminável. É assim quando todas as esperanças parecem ter ido procurar refúgio em algum lugar, menos no nosso coração. Não somamos nossas alegrias como somamos nossos problemas. Quando passamos por um caminho difícil, fazemos uma revisão do que vivemos e temos vivido e somamos as dores, que parecem crescer a cada lembrança. Se, inversamente, fizéssemos o mesmo com os nossos momentos de alegria, encontraríamos razões a mais para viver e forças suplementares para sobreviver aos impasses da vida. Por mais longa que seja a noite, por mais lento que tenha sido o relógio e por mais dolorido que tenha estado o nosso coração, o sol nasce novamente. Pouco importa se no dia seguinte ele estará ainda encoberto por nuvens, ele não estará encoberto eternamente. A certeza de que algo de bom e bonito existe faz-nos guardar ainda acesa a chama dentro do coração. Se o sol vai e volta, a lua some e reaparece, as marés baixam e sobem, não há razões para que na vida não demos a volta por cima. A natureza é a prova viva de que tudo está sempre em movimento e nós fazemos parte dessa paisagem idealizada e plantada por Deus. Tudo é passageiro, as alegrias vêm e vão, mas o sofrimento também, até mesmo aquele que se instala no mais profundo do nosso ser, ele também se acalma e deixa um lugarzinho aberto para a doçura de viver. Não podemos desistir de ser felizes enquanto o sol não desistir de renascer.

:(

Gostava de ter coragem para dar o primeiro passo... Outro dia estava quase, quase, mas no último momento recuei...
Mas porque raio disse eu "não" quando ele me perguntou se eu estava a falar dele, não digo que deveria ter dito que sim, mas deixava a pergunta em aberto...
Que burra, que raiva...

domingo, 18 de novembro de 2012

Pipocas :)

Estava aqui (em casa) a ver um filme e de repente lembrei-me "com um filme sabe bem pipocas!!"
Então lá decidi ir eu para a cozinha...
Milho para pipocas + óleo; faz-se então as ditas pipocas
140g açúcar + 60g manteiga + 2 c.sopa leite + 2 c.sopa mel; faz-se o molho
Quando o molho estiver pronto, colocam-se dentro as pipocas e envolvem-se bem.

Tudo tem seu tempo

Em toda a vida humana surge um momento supremo… Um dia, uma noite, uma manhã, uma tarde, uma hora decisiva, um instante oportuno... Uma fresta através da qual a pessoa vislumbra coisas maravilhosas e sublimes… Um quase nada na balança, cujos pratos são: O demasiado cedo, O demasiado tarde... Feliz é quem sabe esperar… E que de pé, à proa da barca da vida, trabalha e vigia pronto a aproveitar o momento em que a ocasião estender a sua mão, quando no relógio do destino soar o AGORA... Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

Muitas vezes, passamos um longo tempo das nossas vidas a correr desesperadamente atrás de um amor, de um emprego, de uma casa, de uma amizade... e não conseguimos! Será que não conseguimos mesmo ou não percebemos os sinais que recebemos de que ainda não estamos prontos?
Não devemos correr atrás de borboletas. Devemos cuidar do nosso jardim e elas virão até nós!
Devemos compreender que a vida segue seu fluxo e que ele é perfeito. Tudo acontece no seu devido tempo. Nós é que nos tornamos ansiosos e estamos constantemente querendo "empurrar o rio". Devemos ter calma! O rio vai sozinho obedecendo o ritmo da natureza. Se passarmos todo o tempo a desejar as borboletas e a reclamar porque elas não se aproximam de nós, elas realmente não virão. Mas, se nos dedicarmos a cuidar do nosso jardim, a transformar o nosso espaço e a nossa vida num ambiente agradável, perfumado e bonito, essas "visitas" serão inevitáveis. As borboletas virão até nós...
Devemos dar o que temos de melhor e a vida retribuirá!

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Maldita foto de pudim...

Acordei cedo e levantei-me... Tomei o pequeno almoço e lá fui eu até à estação. Pensei em aproveitar que até estava bem disposta, que tinha dormido bem e que tinha acordado cedo e ir até ao Porto, ao oculista. Pois bem, assim que vou para pegar no dinheiro para o bilhete, olhei para o ecrã para ver as horas do comboio e... suprimido, suprimido, suprimido... E aí fez-se luz: Greve geral... Nunca mais me lembrei... A ver vamos se lá vou amanhã... Vim para casa, inspirada a escrever na minha já "longa" história... Eram 12:30h quando fui preparar o almoço, mas faltava-me um ingrediente. Eram quase 13 horas quando saí de casa e fui ter com a Cristina ao café. Comi lá uma salada, ou metade da salada com frango, pois aquilo era salada demais... Depois fui fazer umas mini compras (e comprei o tal ingrediente que faltava)
Da parte da tarde passei no Instituto da Lili a arranjar as unhas - já estava mesmo a precisar :p Vim para casa por volta das 16 horas já com fome. Cheguei e comi logo o meu iogurte! Mas depois liguei a net, mais propriamente o facebook e lá vi uma foto duma fatia de pudim e fiquei com água na boca :( Eu que adoro pudim e que já não recordo quando foi a última vez que comi, mas há alguns anos, certamente... Ainda vi algumas receitas, mas eu nunca fiz pudim (só 1, uma vez, de leite condensado) ... Então desisti da ideia, mas comecei a desejar algo doce... Acabei por ir comprar uma bola de berlim :( Claro que agora sinto um peso na consciência... O meu jantar foi o tal paté de requeijão e acreditam que até não é mau de todo? É de salientar que eu não gosto de requeijão :p Mas comi com pão de centeio, não o conseguiria comer só com legumes crus... Bem, daqui a pouco vou fazer uma caminhada e quando chegar, a minha "dança" me espera pelo menos para durante 1 hora...
Para amanhã já tirei a carne para fazer rolo de carne... A ver vamos como corre a coisa, até porque ainda não sei como será em relação ao almoço, uma vez que talvez vá ao Porto...
A coisa, apesar do contratempo do fds, até estava a correr bem, mas esta bola de berlim veio mesmo estragar a coisa...
Beijinhos, até à próxima.

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Fim de semana

Bem, o meu fim de semana teve muitos acontecimentos que interferiram e muito no seguimento do meu plano alimentar... Começou com o concerto do Luan Santana, ou melhor, após o concerto... Não era propriamente cedo e já se ouviam as barrigas roncar... Àquelas horas vamos onde?? Mcdrive... Pedi uma caixinha de nuggets e não resisti a pedir a promoção das tartes... Comi os 4 nuggets e 1 tarte... A outra ficaria para o meu irmão. Qual quê, cheguei a casa e a gula falou mais alto.
No dia seguinte acordei com dores menstruais terríveis e também de rins... Mal me conseguia manter em pé... Chorei de dores e vomitei (embora não tivesse saído nada, porque não tinha nada para sair). Medicamentos... esgotados. À tarde eu iria ao Porto com uma amiga. Mandei-lhe uma sms a ver se me podia trazer algo. Eu precisava parar com aquelas dores e aquele mal estar... Comi 3 bolachas para poder tomar os medicamentos. Pouco depois comecei a sentir-me melhor. Lá fomos nós para o Porto (de comboio) e a meio da viagem comecei a sentir fome. Finalmente! Era sinal que apesar de tudo a medicação estava a fazer efeito, pois com as dores que eu tinha, comer era a última coisa que eu queria. Àquela hora... hum... McDonald's! Comi o HappyMeal mas com nuggets... Ora bem, lá estavam as malditas batatas que até nem me souberam lá muito bem... Durante o resto da tarde bebi apenas dois cariocas (dos grandes) de  limão e já no comboio de regresso a casa comi um pacote (de 4) bolachas Maria (sem açúcar). Chegadas a minha casa começamos a preparar a salada, pois tínhamos frango de churrasco que a minha tia tinha mandado...
Ontem e hoje já consegui fazer o plano, mas não deixei de me sentir triste pelo fds... Confesso que não contava com ter um domingo (manhã até hora do jantar) assim...
Segunda fui almoçar com a mesma amiga que tinha ido comigo ao Porto... Fomos ao shopping. Comi um panado (que até parecia ter sido frito em óleo velho) com salada. Ao jantar fiz o peito de frango que era supostamente para domingo ao almoço. Hoje confeccionei Wrap de alface, mas confesso que não fiquei muito fã. Tinha feito a mais, a dar para dois dias, e congelei a segunda porção. Acontece que não consegui comer tudo e deixei ficar ainda metade para o jantar (que será entretanto). Supostamente hoje à noite seria paté de requeijão com legumes, mas ficará para amanhã :p
Beijinhos

sábado, 10 de novembro de 2012

Hoje: Luan Santana

Missa

A esta hora está a decorrer uma missa pela minha mãe e penso eu que pelos meus tios também... Deveria lá estar, uma vez que cancelei os meus planos para poder ir... Mas não consegui... Não consigo ir à missa por obrigação, tenho de ouvir o chamamento... O que, por mais ridículo que possa parecer, quando são as missas pela minha mãe ou pelos meus tios, eu costumo sentir isso... É como se eles quisessem que eu esteja lá... Mas hoje não. Hoje não senti nada, pelo contrário, senti que se fosse estaria lá contrariada...

Novo plano - mais novidades

Continuando com informações sobre o novo plano alimentar...
Como tinha referido, ontem para o almoço faria empadão mexicano... Pois... eu fiz, mas com algumas -muitas - alterações!
Fiz o empadão da seguinte forma:
300g de carne mista picada
100g de tomate (de lata) aos pedaços
60 g de cogumelos
1 cebola pequena picada
2 dentes de alho picados
1/3 de molho (em pó) de carne de porco - Apenas porque ainda tinha e era para acabar o pacote. Quem me conhece sabe que não sou a favor desses molhos e caldos devido à grande concentração de sal e gordura...
10 g de pimento vermelho aos quadradinhos
1 mão de espinafres congelados
sal + pimenta + paprika
Coloquei tudo numa panela com um fio de azeite, mexi, tapei a panela e deixei refogar.
Depois coloquei a mistura numa taça refratária. Barrei com queijo light por cima de modo a tapar a mistura toda e depois coloquei queijo ralado também ele a tapar a mistura toda. Levei ao forno até o queijo estar dourado e comi... Acompanhei com salada de alface e espinafres
Confesso que estava mesmo bom!!
À noite decidi fazer uma omeleta de queijo e fiambre, uma vez que me tinha esquecido de tirar carne do congelado e a verdade é que me apetecia algo rápido de confeccionar. Acompanhei com uma salada de alface.
Hoje decidi fazer bife de vaca grelhado com cogumelos cremosos. Acompanhei com salada de espinafres Uma vez que o bife era grande, parti a meio e o jantar será o mesmo :)

Sonhei "contigo"

Esta noite sonhei "contigo"... Deixei meus receios de lado e arrisquei... Beijei-te. "Desculpa" disse eu e tu ainda muito próximo de mim respondeste "Desculpa porquê?" mas na verdade tu não querias uma resposta e beijamo-nos... Sorri, apaixonada :)

Ora vejamos que poderá significar:
Sonhar com um beijo denota amor, carinho, tranquilidade, harmonia e contentamento.
Se está beijando um amigo próximo, então representa o seu respeito e adoração para com o seu amigo. Pode ou não pode significar um interesse romântico nele.
Se é você quem beija, é porque precisa resolver algum problema pendente ou não se sentirá bem consigo mesma.
Beijar na boca significa que te trairão.
Se sonhar que beija um homem, anuncia-lhe aventura amorosa.

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Novas receitas no cardápio

Olá a todos :)
Ontem decidi readquirir os meus hábitos alimentares saudáveis que andavam um pouco perdidos... De modo a obter maiores resultados optei por um plano alimentar diferente durante 1 mês, período esse que tenho consciência não será de todo fácil... Mas estou motivada, o que me desamina é o não ter companhia para as caminhadas e sozinha (ainda para mais com este tempo) não dá vontade nenhuma ir...
É de salientar que apenas comecei ontem, mas ontem mesmo cometi um dos maiores pecados: 4 miniaturas de bolinhos brancos da páscoa e um pacote de bolachas de chocolate. O açúcar é viciante... É preciso ter muito cuidado, porque quanto mais se come, mais se quer... Hoje já não cometi pecado nenhum e apesar de tudo hoje sinto-me bem e não me apetece essas coisas... O que custa são os primeiros dias e o facto de não ter ninguém a quem apresentar resultados senão a nós mesmos... É incrível como o nosso psicológico funciona e o facto de termos alguém a quem mostrar o nosso esforço é meio caminho andado para o sucesso - se assim o quisermos, claro!
Bem, mas com isto decidi cozinhar pratos diferentes e que à partida não os faria ou nem mesmo os comeria... O fígado e as miudezas continuam de lado - isto nem pensar mesmo! - mas houveram outras coisas...
Cardápio:
07 Novembro 
- almoço: rolinhos de peru com fiambre e queijo + salada de alface 
- jantar: hambúrguer de salsicha + salada de alface e espinafres
08 Novembro
- almoço: atum com maionese e queijo + salada de alface e espinafres
- jantar: bifinhos de peru com cogumelos + couve flor e brócolos gratinados
Amanhã o almoço será empadão mexicano, a ver vamos como sai!
Uma vez que cozinho só para mim, tenho feito a mais - num total de 3 refeições - sendo que congelo as duas que sobram. Assim, além de ter ideia de quantas refeições consigo fazer com o que comprei, poupo dinheiro (gás, luz, água) e ainda tempo :) É mesmo um 3 em 1 :) 
E ainda tem a parte melhor: estou a ganhar o gosto pela cozinha! Mas continuo a dizer, não gosto de confeccionar pratos básicos. O que eu gosto mesmo é de pegar numa receita e fazer...
Contudo nem tudo são boas notícias... Não é que esta seja má, mas... Já não estava habituada a tanta gordura na minha alimentação, apesar de ser apenas um fiozinho de azeite por refeição, para mim isso já é muito, pois eu costumava cozinhar sem gordura, muito à base de grelhados... Todos os males fossem esse e já os problemas estariam todos resolvidos... É só diminuir ainda mais à pouco gordura que ponho... Encontrar um meio termo entre mim e a cozinha :p
Muito obrigada a todos pelo apoio e pelo carinho que estarão certamente a sentir ao ler isto...
Beijinhos

sábado, 3 de novembro de 2012

Poema de Augusto Cury


"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta."

Quem sou eu?

Quem sou eu afinal?

Quanto mais penso e me tento definir, mais percebo que não me conheço... Na verdade eu não sei quem eu sou... Sei quem eu gostaria e não gostaria de ser, mas e quem sou??

Procuro-me a cada dia que passa, mas parece que não encontro nada além de um vazio imenso... A cada dia que passa me desiludo ainda mais comigo mesma, por deixar que os meus receios sejam maiores que a minha ânsia de vencer, de arriscar... A cada dia que passa me isolo mais, fazendo com que o meu sorriso a pouco e pouco vá desaparecendo... A cada dia que passa me sinto menos eu, sendo lá eu quem seja...

Não vou dizer que gostava de ser uma pessoa que não sou, porque para a ser basta eu querer. Nada me impede senão eu mesma.

Sim, tenho defeitos, muitos... Talvez mais do que eu mesma pense, mas sei que também tenho as minhas qualidades mesmo que elas por vezes andem escondidas... Sou negativa, pessimista, sim. Vivo num mundo de ilusão, de fantasia, sim, pois tento agarrar-me às coisas boas das pessoas, das situações, da vida... 

Se estou desiludida com a vida? Talvez. Mas mais desiludida estou comigo mesma... Porquê? Oh... por tantas coisas que nem valem a pena ser enumeradas, mas muito em especial por muitas vezes ter-me calado em vez de dizer "gosto de ti", "amo-te" e por, assim, talvez ter perdido a possibilidade de ser feliz. Se sou feliz? Não sei. Por vezes penso que sim, outras penso que não... Depende... Se gostava de ser? Claro. Quem não gostava? Sim, eu sei que a minha felicidade depende de mim mesma... Mas eu sou fraca. Fraca. O que vou fazer? Não sei. Nada, provavelmente...

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Mundos paralelos

Incompreensão é o que sinto quando falo em amor...
Parece-me que os sinais que uso, e os que recebo são insignificantes, estranhos…
No meu mundo chamado poesia, "Eu te amo" quer dizer "eu te amo"; "Penso em ti" quer dizer que penso em ti; e "Tenho medo, sou insegura" quer dizer isso mesmo! 
Mas parece-me que neste outro planeta, "Eu te amo" não quer dizer coisa alguma; "Penso em ti" quer dizer que sou uma idiota; e "Tenho medo, sou insegura" quer dizer que esperarei uma eternidade por uma reação que nunca virá...

Sonhar com centopeias

Esta noite tive um sonho estranho... Sonhei com 1 centopeia... Não era propriamente pequena e era "gorda"... Não faço ideia onde fui eu buscar um bicho desses para sonhar, uma vez que não vi centopeias nos últimos dias (nem mesmo em filmes ou séries)...
Apenas me lembro de sentir nojo da centopeia, pegar num chinelo que estava perto e começar a bater na centopeia que acabou por se "partir" em 3... E depois acordei. Estranho, não?! Muito.
Andei a pesquisar o que poderia significar o meu sonho e descobri o seguinte:
Ver uma centopeia no seu sonho significa que você está permitindo que seus medos e dúvidas o impeçam de progredir e alcançar suas metas. Você precisa deixar de lado pensamentos negativos e ver o lado positivo das coisas.
Sim, talvez... Mas e a parte de a ter matado? Não encontrei nada sobre isso...
Devo acrescentar que senti mesmo um nojo tremendo e só me apetecia fugir dali, mas ao contrário disso, fui "forte" e matei-a. Deverá isto também querer dizer algo, certo??

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Um pouco de mudança...



Muitas vezes, fartamo-nos do modo como vivemos, agimos, pensamos, falamos e, até mesmo, sonhamos. E imaginamos, um dia, mudarmos isso. Será que somente poucas pessoas são assim? Provavelmente, muitas pessoas procuram esta mudança, porém, muitas vezes não conseguimos encontrá-la no lugar em que vivemos e queremos, principalmente porque as pessoas ao nosso redor vivem e pensam diferente do que nós queremos e somos. Imaginamos sair do local onde estamos para encontrar aquilo que buscamos e precisamos. Na maioria das vezes, não existe esse lugar, e, então, procuramo-lo, mesmo que não exista na realidade, mas em nossa cabeça. A maioria das pessoas imaginam um lugar onde pudessem viver da maneira que realmente são, sem que as pessoas as julgassem e as fizessem sofrer, mas também um lugar onde houvesse paz, harmonia, alegria, fidelidade, verdade... Onde o amor reinasse e os problemas não existissem e a emoção pudesse prevalecer sobre a razão. Porém, sabemos que isso é impossível, pois não podemos e nem temos condições para tal, mas podemos fazer com que o local onde vivemos seja melhor do que é, a partir do momento em que fizermos a nossa parte para melhorá-lo e lutarmos para que o mesmo aconteça com as outras pessoas. E assim realizar um pouco do que imaginamos e sonhamos.

Vulnerabilidade

Como humanos somos muito vulneráveis, e essa nossa vulnerabilidade leva-nos muitas vezes a perder forças, coragem, persistência nos nossos ideais. Muitas vezes achamo-nos sós em relação ao mundo e em relação a nós mesmos, e às vezes dado a situações diversas pensamos que desaparecer, fugir, partir, enfim, desistir de continuar a viver poderia ser a saída...

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Movimento sem sentido

Nós fazemos chorar aqueles que cuidam de nós. Nós choramos por aqueles que nunca choram por nós. E nós cuidamos daqueles que nunca vão chorar por nós. Essa é a vida. É estranho, mas é a verdade. Nunca nada será perfeito. Estamos sempre à procura de algo, algo que nem sabemos exactamente o que é, porque um vazio de vez em quando faz questão de nos incomodar. "Movimento sem sentido"... é exactamente o que a maioria das pessoas faz com as suas vidas. Mas no final vale a pena lembrar que às vezes vale a pena viver por aquilo que morreríamos...

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Como me sinto hoje?

Deixem-me pensar... como me sinto hoje... não sei... sinto-me estranha, sinto-me... sei lá como me sinto... não me sinto eu.
Sinto que o meu mundo desabou.
Se tenho culpa? Tenho. Não devia ter escrito nada que pudesse ser lido por outros e tido como para si, se bem que isso não me ocorreu na altura. Sabia bem a quem estava a dirigir aquilo, tal como ele sabia bem que era para ele, mas outras pessoas leram e acharam que por qualquer razão poderia ser para elas...
Aprendi com isto algo que eu mesma já sabia, algo que passei anos e anos a esconder: os sentimentos - bons ou maus - devem ser sempre guardados só para nós. Só assim esse mal entendido não teria acontecido. E agora?
Agora perdi meu chão e não sei que fazer para o recuperar...

Como me sinto hoje?
No fundo, na merda...

sábado, 20 de outubro de 2012

Chocolate quente

Minha última experiência na cozinha:
Chocolate quente!

Uma amiga e o marido gostam muito de chocolate quente, e no ano passado conseguiram mesmo meter-me esse vício :p ... Hoje ela esteve cá em casa e estivemos a ver receitas de chocolate quente, pois com o tempo que tem feito, sabe mesmo bem algo quentinho à noite!
Embora eu prefira chá ou leite, tenho noção que há dias em que nos apetece algo diferente e então nada melhor do que um simples mas delicioso chocolate quente...
Estivemos então a ver milhares de receitas e não houve nenhuma que me agradasse de todo, ou porque levava leite condensado, ou porque levava natas...enfim, para todas encontrava-se alguma falha prática e calórica :p
Assim que ela saiu, estando na hora do lanche, não resisti a experimentar algo. Primeiro foi feita uma inspeção aos armários para ver o que havia, depois seguiu-se a experiência que da minha parte teve aprovação!!

500ml leite Magro
4 c. (sopa) chocolate em pó
1 pau de canela
1 c. (café) açúcar baunilhado
1 chávena (café) de café preparado
1 c. (sopa) açúcar
Junta-se tudo com excepção da colher de açúcar numa caçarola antiaderente. Deixa-se no lume por 15 minutos, mexendo de vez em quando. Adiciona-se o açúcar, mexe-se bem e desliga-se o lume.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Mais uma fantástica música...





Cuando lloras,
se para el mundo, 
y nunca se que decir… 
Cuando lloras, 
me derrumbo 
y no me sale fingir. 



Cuando lloras 
las horas 
le dan la vuelta al reloj. 
Cuando lloras 
a solas 
me muerdes el corazón. 



Piensa en lo que piensas cuando lloras, 
cuando me dices que no… 
piensa lo que quieras pero ahora 



Cuando lloras se tuerce el rumbo 
y no tengo a donde ir. 
Cuando lloras 
yo me hundo y tardo en volver a salir. 



Cuando lloras 
las horas 
le dan la vuelta al reloj. 
Cuando lloras 
a solas 
me muerdes el corazón. 



Piensa en lo que piensas cuando lloras, 
cuando me dices que no… 
piensa lo que quieras pero ahora 
piensa en lo que piensas cuando lloras, 
cuando me dices que no… 
piensa lo que quieras pero ahora el que llora soy yo… 
el que llora soy yo… 
el que llora soy yo…


Eneagrama - 5


Segundo o Eneagrama eu sou assim:

Reservados, desapegados, os 5 tendem a parecer intelectuais, concentrados, objetivos e frios. Aparentam também serem inacessíveis e auto-suficientes. Na verdade, são medrosos mas não aparentam medo e sim distanciamento. Sentem necessidade de retenção, de acumulação de bens e conhecimento. Por isso, tendem para a avareza, pois temem que "abrir a mão" resultaria em um esvaziamento catastrófico.

Internamente perfeccionistas, precisam ficar sós para pensar, refletir e inclusive reviver sentimentos. Apreciam a leitura e os livros. Costumam considerar-se "viciados" em informação, podendo ter muitos interesses ou algum assunto entendido por poucos.

Não percebem conscientemente a avareza, percebem apenas suas atitudes de posse e da manutenção de limites. Precisam de tempo para refletir antes de dar respostas. Sentem desconforto para decidir sob pressão.
Procuram minimizar suas próprias necessidades e reivindicações. Sua estratégia dominante é de autodistanciamento e desistência de relacionamentos. Pode-se dizer que, se o 4 tem uma "depressão molhada", a depressão do 5 é "seca". Estruturam sua vida de uma maneira compartimentada, amigos são divididos de acordo com as atividades.

Devo dizer que me identifico e muito com isto...

terça-feira, 4 de setembro de 2012

sábado, 11 de agosto de 2012

Sonhar com gravidez


Sonhei que eu e uma colega minha estávamos grávidas... No entanto eu sabia quem era o pai, porque supostamente namorava com ele... Já a minha colega não tinha namorado ou marido e nem tão pouco de ouvia falar de algum relacionamento que ela tivesse... Curiosamente temos uma amiga em comum que está realmente grávida, que entrava no sonho como se não o estivesse...


Sonhar que se está grávida significa que alguém do seu convívio possa estar gravida. - REAL!! E eu vou ser a madrinha!!

Outro significado que está relacionado aos sonhos que envolvem gravidez é que se alguma mulher sonhar que está gravida ela receberá brevemente noticias boas, e ao mesmo tempo a mesma estará atraindo sorte para o seu convívio, pois sonhar com gravidez significa prosperidade. - BEM PRECISO DE BOAS NOTÍCIAS!!

Pode ser sinal que um novo relacionamento está prestes a acontecer, ou que algo de novo e excitante se aproxima. - SERÁ?!

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

E de repente tudo mudou

Não entendo porquê. Foi alguma coisa que eu fiz? Algo que eu disse? 
Tudo corria bem e, de repente, sem razão aparente tudo mudou.
Ao que parece domingo foi um dia de mudanças...
E agora? Que faço com o que sinto? Que faço ao desapontamento? Que faço a este aperto no peito quando penso em ti? Que faço à vontade de te ver? E à de te falar? Que faço? ...

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

A Virginiana... apaixonada


Sua maneira de expressar o amor está muito mais ligada à desinteressada devoção à família, aos amigos e aos mais fracos e desorganizados que ele, do que em relação homem e mulher e isso dificulta um pouco o casamento. A virginiana possui um amor instintivo pelo trabalho, pelo dever e pela disciplina e dedicação aos desamparados.
Costuma sentir uma certa culpa só em pensar que não está vivendo de acordo com elevados padrões de altruísmo.
O tipo de amor apaixonado, cheio de declarações dramáticas e promessas pode assustá-lo a ponto dela ir-se embora rapidamente. Mas pode ser conquistada pelos meios certos, se estiver no momento propício, mesmo que pareça ser uma mulher fria. A investida agressiva não tem chances.
Ela busca mais a qualidade que a quantidade no amor. E como a qualidade é um prémio elevado, ela com certeza tem poucos casos de amor, e mesmo esses poucos fadados a ser, de alguma maneira, infelizes e tristes.
A maneira dela reagir a esses desapontamentos é se entregando ao trabalho mais pesado que possa encontrar, afastar-se do convívio social e ser duplamente cuidadosa da próxima vez. Seu instinto básico é a castidade, da qual só se afasta por uma causa sublime ou um homem muito bom.
A maioria das virginianas, (não todos) podem suportar o celibato com mais facilidade que qualquer mulher de outro signo solar, bem como se submeter a regras e disciplinas que nem sequer compreendem, porque é de sua natureza aceitar o destino sem resistência.
É bastante desprendida para partir uma porção de corações com um flerte indiferente, porém seu senso crítico analítico e sua discriminação exigente não permitem que se entregue com facilidade, apenas sua reserva e sua exigência impedem que se entregue à promiscuidade.
Claro que ela pode se entregar ocasionalmente aos prazeres físicos, mas isso constitui antes uma excepção do que a regra. Nela, existe algo de limpo e casto no amor, que ela jamais permitirá que seja maculado, por mais que acontecimentos infelizes possam emprestar a aparência de displicência. A virginiana é tão crítica e metódica na escolha de um parceiro quanto é com o que come, veste, sua saúde e seu trabalho.
A virginiana quer um relacionamento decente, sincero e verdadeiro. Ela sabe que são poucas as chances de encontrar um amor assim, mas ela não deixará por menos. Se as circunstâncias a envolverem em um caso pequeno, não permanecerá nele por muito tempo. Ocasionalmente, por frustração, pode se tornar deliberadamente promiscua, simplesmente para ver se lhe falta feminilidade. Não falta, e assim que o descobre se afasta definitivamente.
Ela é inteligente, forte e senhora de si mesmo. Assim que você a houver conquistado, ela raramente provocará seu ciúme, e estará disposta a superar qualquer atrito causado por problemas financeiros, familiares ou influências externas. Enquanto você estiver com ela demonstrará incrível força durante as crises emocionais e materiais.
É sempre atenciosa para com aqueles pequenos detalhes que tanto lhe interessam. Tem uma memória fabulosa e jamais esquecerá as datas de vocês dois, embora possa se intrigar pelo motivo que você as considere tão importantes. Ela é absolutamente leal e não é de sua índole destruir os laços familiares.
Pode haver necessidade de demonstração física de afecto entre ela, os filhos e o marido, já que por natureza ela não é muito afectuosa. Deve-se fazer um esforço para corrigir isso desde sua infância, pois há a probabilidade de um dia vir a descobrir que existe uma grande barreira entre ela, o marido e os filhos aos quais ama profundamente. Há também uma tendência a ser crítica, exigente e severa demais.

O comportamento de uma Virginiana



Pontual, perfeccionista e aplicada, tem necessidade de uma vida bem estruturada. Gosta de saber onde vai. Tem o espírito metódico e às vezes mostra-se conformista, hesitante e económica. Às vezes inquieta, nervosa, tímida, falta-lhe confiança nos seus próprios meios, mas age com grande seriedade.

Sujeito a acessos de revolta compensatória, explode às vezes e se torna ambivalente: pudico e desregrado, ingénuo e cínico, provocante, desorganizado, gastador. Trabalhador, prático, bom senso. Crítico, detalhista; pessoa de hábito, preocupado e responsável. Ajudar, servir. Ansioso por dentro, embora extremamente frio. Nervosismo, adoece mais de preocupações, cansaço ou tensão mental. Senso de nutrição. Não aguenta pressão. Tem necessidade de ser eficiente, senão também adoece. Produzir algo útil é sempre um prazer.

Firme nos seus princípios, luta por eles até o fim.
Segue o que outros começaram, tem dedicação no que faz e pode ficar horas trabalhando. Aguenta bem a rotina. Não gosta de multidões. Metódico, exacto, mas também existe a percepção e discriminação. Sensível ao ambiente, preocupa-se com o bem-estar dos outros. Reservado, quieto, pouca auto-confiança. Dá conselhos e avisos.

Psique: Acção das percepções e sensações sobre a base espiritual. Objectivação do ego ao nível prático e técnico. Crítico e auto-crítico; carácter reservado e humilde. Temperamento nervoso e enfático; humor severo. Pensamento de fluxo constante, conteúdo sistemático e formal; vontade restritiva. Concentração e memória atentas; gosto detalhista, hábitos perfeccionistas; moral metódica, impulsos práticos. Tendências obsessivas e angustiantes.

Afectividade: Inibida, defensiva e exigente. Sensualidade pudica. Economia de emoções, sentimentos secretos e comedidos. Busca de conforto e sossego. Amor dedicado, desconfiado e silencioso.

Atracções de Virgem: ... Touro.


Vocação: Gosta de trabalhar em ambientes organizados, tem muita paciência e um excelente raciocínio. De facto o Virginiano tem um intelecto concreto muito privilegiado e adora trabalhos minuciosos, laboriosos e brilhantes.
Virgem, sendo uma síntese dos signos que o precedem no Zodíaco, prefere ordenar e analisar o caos (dão excelentes psicólogos), arrumar a casa (o seu lado trabalhador), e cuidar da saúde (dietistas, médicos etc.).
O signo de Virgem rege os animais domésticos e não é raro termos veterinários neste signo, assim como médicos de clínica geral. As áreas em que mais se destaca são a contabilidade, a medicina, a administração de empresas, o jornalismo e a agricultura.

Ser um Taurino... apaixonado!

Corpo: Robusto, seco e sólido, de porte entroncado. Olhar contemplativo, linguagem colorida e voz melodiosa. Ritmo biológico lento. tendência sectária, progressão gradativa e perseverante. Economia de energia vital, atraindo vida longa com congestões do fluxo energético, alimentar ou sanguíneo.

Profissão: O seu maior potencial está no comércio, porque têm muita facilidade em multiplicar os seus dividendos.
Outras áreas favoráveis são a arquitectura, a ourivesaria, as artes, o entretenimento, a moda, a agricultura e a jardinagem.


O Taurino pode levar muito tempo resolvendo se quer um relacionamento realmente sério. Uma vez, porém, que resolveu que você é a tal, e está resolvido a conquistá-la, moverá céus e terra para tê-la junto a ele. Ele planeia o futuro cuidadosamente. 
Taurino é um amante terno, delicado e protetor. Seu temperamento sensual o tornará vulnerável ao seu perfume exótico, à maciez de sua pele e à suavidade de seus cabelos. O sentido de tato dele é uma coisa tangível. É certo que ele  possui uma canção especial que o faz lembrar você, e é também certo que é essa canção que está sempre a tocar em seu aparelho de som. 
Ele é super romântico e a cada data especial, (que para ele são muitas), te ajudará a completar o enxoval.
Leva tempo para  tomar uma  decisão, mas uma vez que tenha fixado sua escolha em você, nada o afastará. O Taurino pode até esquecer o bom senso e a cautela. Quando apaixonado, torna-se surdo a qualquer advertência de incompatibilidade. Quanto mais seus amigos apontam os possíveis tropeços, mais obstinado ele fica, e você sabe até que ponto pode ir sua obstinação. 
Ele fará o impossível pela mulher que ama. Gosta de escolher e raramente entra às cegas num namoro sério. Qualquer tentativa de levá-lo a uma vida social intensa está destinada ao fracasso. 
Taurino  gosta de se divertir em sua própria casa, e prefere poucas pessoas que compartilhem de seus interesses a grandes multidões. Se você encher sua casa de gente frívola, de cabeça oca, do tipo que gosta de dançar, pode ser que ele desapareça de cena - às vezes de modo permanente.



Sexo: De acordo com o seu ritmo próprio, lento e firme, os preliminares serão bastante demoradas, mas muito excitantes: eles não têm pressa. Saiba que eles, depois de se resolver a ter este contacto mais íntimo, vão escolher muito bem a hora e local para esse momento. De preferência com lençóis macios e num ambiente aconchegante. Nada é mais sensual e romântico que um contacto com um nativo do signo Touro apaixonado. Simpatizante do mundo material, prefere contactos explícitos, desde o mais forte aperto de mão até o mais intenso "pele-com-pele". Para os nativos deste signo o afecto e o sexo misturam-se. São doces sedutores e não resistem a um carinho no pescoço. São capazes de enlouquecer o parceiro com as suas carícias sensuais.
Gostam de fazer sexo devagar, como se quisessem possuir o momento e torná-lo eterno. O seu beijo é cheio de desejo e sensualidade, e eles adoram despertar inúmeras sensações enquanto beijam.
São admiradores da arte, pelo que procuram pessoas belas e lugares aconchegantes para desfrutar o prazer.

terça-feira, 31 de julho de 2012

Amor será


"E que você sinta vontade de precisar de mim. Mas não só quando houver necessidade, que você sinta isso mesmo tendo passado um dia inteiro comigo, que não veja e nem sinta as horas passando quando estiver ao meu lado, e que nunca seja o suficiente o tempo que passarmos juntos, que você sempre sinta vontade de mais, mais e mais."

By "eu sou assim"

domingo, 8 de julho de 2012

Es fisica o química...




29 Junho, mesmo antes de adormecer...

Tenho saudades tuas NJ...
Saudades de te ver. Saudades do teu sorriso. Saudades de te ouvir gozar com o meu nome. Saudades de ficar envergonhda e me sentir corar quando te via ou quando falavas para mim.
Tenho saudades... Saudades que um dia irão embora. Mas enquanto esse dia não chegar, vou-te recordando com carinho!
Minha última imagem tua: tu, ao longe, chamando-me com aquela tua voz de gozao! E já isso me parece tão distante...
Sê feliz, é o que desejo!

domingo, 3 de junho de 2012

Acontecimentos do dia 29 Maio 2012


 

Este foi um dia cheio de emoções…

 

Da parte da manhã andava com um sono que mal sabia o que estava a dizer… Pela hora de almoço fomos ao internamento. Estávamos na conversa com duas enfermeiras perto da porta de entrada quando… “ele” entra… os nossos olhos cruzaram-se, o meu coração ficou pequenino… Desviei por segundos o olhar e ao voltar a ele, o olhar dele ainda recaía sobre o meu… Senti-me corar, como me sinto sempre que o vejo…

 

Ao final do dia fui à missa de 7º dia pelo pai duma colega minha. Infelizmente nesta altura não posso chamá-la de amiga, mas ela foi-o em tempos… Não pude ir ao funeral, mas agora não podia deixar de estar presente e dar o meu apoio.

 

Enquanto estava na missa recebi uma sms da Patrícia – cunhada da Lili – a dizer que ela e o Zé precisavam falar comigo. Fiquei assustada. Muito. Assim que saí da missa liguei-lhe. Ela rejeitou. Segundos depois retornou a chamada. Pediu que nos encontrássemos ou hoje ou amanhã. É óbvio que se fosse amanhã eu não ia conseguir dormir a pensar sobre o que seria, porque estava deveras preocupada. Não é algo natural… Durante o jantar recebi uma sms dela a marcar um café para hoje. Ok. Lá fui eu, curiosa e com medo… Conversa puxa conversa e lá saiu o que me queriam… Fiquei burra, sem reação. Não contava. De todo. Passaram-me mil e uma coisas pela cabeça, mas isso não. Nunca. “Tens duas opções. Ou emprestas-me 15milhões de euros ou aceitas ser madrinha da Ariana.” … Que haveria eu de responder?

 

Estranhei. Muito. Não acho que tenhamos essa confiança. Embora eu ache que esse é o tipo de convite que nunca se deva recusar… Aceitei. Mas confesso que ainda estou com o pé um pouco atrás. É estranho. Muito!

 

Sexta a garota faz 3 anos e foram 3 anos da vida dela que eu não presenciei. O baptizado é dia 22 Julho…



(redigido segundo as regras do novo acordo ortográfico)

sábado, 19 de maio de 2012

Sinto-me tão só...

Sinto-me tão só...
O meu irmão saiu agora para jantar com os amigos e no preciso momento em que ele me diz "Já vou. Até logo." senti uma tristeza e um vazio tão grande...
Esta sou eu, neste momento...
Um ser que nem eu mesma reconheço...
Quero voltar a sorrir sem medo de ser feliz...
Mas sinto-me tão só, tão perdida...
Sem razão para, mas com uma vontade incontrolável de chorar...
Sem vontade de fazer nada...
Sem coragem para lutar por nada... Vivendo só por viver...
Esta sou eu nos últimos dias... Perdida... Sem forças para me achar...

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Benção das Pastas 2012 - Dietética

Vejam lá se me descobrem...
Oh, vá lá... Não é assim tão difícil!!
Ah pois é... sou a única de cabelo curto :(

Finalistas 2012


Não podíamos imaginar as coisas que nos aconteceriam, o início foi incerto, confuso e incomum, onde todos os estranhos fariam parte das nossas vidas, onde todos os “cantos” teriam histórias escondidas. Aqui passamos os melhores anos das nossas vidas, fizemos amigos, muitos dos quais, nos acompanharão para sempre. Por isso temos que comemorar!

Esse é um momento especial! É hora de olharmos para t...rás e vermos por tudo o que já passamos. Sem dúvida, muitas tristezas e conflitos mas, felizmente, por inúmeros bons momentos, de alegria, de vitórias e de cumplicidade.

Devemos esquecer aqueles que nos impuseram obstáculos infundados e agradecer àqueles que nos impulsionaram adiante. É hora, mais do que nunca, de valorizar as amizades e os conhecimentos adquiridos aqui.

Devemos ter em mente agora, que o que vale não é o ponto de partida ou de chegada é a caminhada. Aproveitemos o restante do percurso, caminhemos de mãos dadas. Partamos confiantes em busca dos nossos ideais, no exercício da nossa profissão. De tudo fica a saudade e a esperança de um novo reencontro!
By: Jandira!! Dietética no seu auge!!
Jandi, faço minhas as tuas palavras!

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Hoje

Hoje sinto-me estranha.
Não sei definir ao certo o que e como me sinto.
Apenas sei que é estranho...
Entre outras coisas... Gostava que um certo capricórnio que se dá melhor com máquinas do que com pessoas sequer se lembrasse que eu existo... Por que será que ele vive em mim? Não. Chega. Pára. Eu não quero viver assim. Não quero. Isto não é gostar. Não pode ser... Parece mais uma obsessão, uma fantasia da minha cabeça... Ele é real, bem real, mas vive no mundinho dele. Num mundo onde entrar não é privilégio de qualquer um.
Sinto-me sozinha. Nada parece que me completa. Que se passa comigo? Tenho quase 30 anos e ao olhar a minha vida sinto um vazio enorme. Não tenho nada. Não sou ninguém. Essa sou eu no dia de hoje e talvez na maioria dos dias, principalmente quando me tento enganar a mim mesma...
Algo realmente inesperado é o que a minha vida está a precisar. Um amor, talvez; andar a mil à hora; sorrir por tudo e por nada; querer dançar na rua; cumprimentar o desconhecido; abraçar o mundo; falar contigo...
Por que será que sinto este vazio em mim? Será que nunca me vou sentir completa?
Hoje, numa conversa com uma tia, falou-se sobre filhos... Será que os irei ter? Gostava muito, mas a verdade é que a cada dia que passa e cada vez mais sinto uma ponta de desgosto ao pensar e perceber que os dias passam e a minha vida é o que é...
Casais passam por mim. Uma ponta de inveja e ciúme se apodera de mim. Será que um dia eu serei um desses casais?
Sinto que vivi toda a minha vida em função dos outros, em função da opinião dos outros, tentando agradar os outros, tentando ser quem os outros queriam que eu fosse e acabei por me esquecer de me divertir, de ser quem eu deveria ser, de ser quem eu queria ser, e em especial, me esqueci de viver...

terça-feira, 20 de março de 2012

Eu aqui!!!


Mosteiro dos Jerónimos
Belém
17 Março 2012

Parabéns, dizer-te-ia com um beijo

Como adorava poder dizer-te de verdade...
Parabéns...
Seria o teu 65º aniversário.
Teríamos feito um jantar diferente, provavelmente eu teria cozinhado para ti.
Mas ao invés disso, nem ao cemitério fui.
Para quê?
Para relembrar algo que eu sei tão bem?
Adoro-te e tenho muitas saudades tuas. Saudades que não terminam...
Amo-te mais que tudo, mais que minha própria vida!
Simplesmente amo-te, mãe.

sexta-feira, 2 de março de 2012

Eliminar gordurinhas localizadas

Hoje foi o primeiro dia da minha nova etapa...
Vou fazer um "tratamento" para eliminar as gordurinhas localizadas (que não são tão poucas assim) e tirar a flacidez do corpo...
Pesei-me na balança de bioimpedância existente no local para o efeito. O valor deu 75,7kg, segundos depois voltei a subir à balança e já deu 76,1kg. ... Seja qual for o valor que lá dê não importa, porque o meu "foco" é na do hospital... Uma pessoa deve pesar-se sempre na mesma balança para ter noção dos kg perdidos. Ou seja, eu antes de me colocar na balança imaginava que me ia dar uns 75kg e não errei. Não que eu tivesse engordado, porque não engordei (embora me parece que talvez 1 kilito tenha "ganho"), mas sim pela diferença entre balanças... e porque o meu "foco" (a balança do hospital) é o tipo de balança mais precisa.
Vamos a ver o resultado!

sábado, 28 de janeiro de 2012

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Um Funeral À Chuva

Pois é... Vi este filme faz amanhã 15 dias por dica de uma prima.
A verdade é que este filme me fez pensar no futuro, e no passado, talvez também possa incluir o presente :p
As amizades terminam com o último ano do curso. Talvez algumas se tenham perdido ainda antes de se iniciar o último ano. A verdade é que poucas são as que sobrevivem ou sobreviverão a esse fim.
"Amigos para sempre" assim diz a música. Amigas para sempre. Só no coração e na lembrança, enquanto esta durar. Esta é a realidade e temos de ser realistas e aceitar a realidade tal e qual ela é.
Poderia propor um encontro anual. Mas, para quando? E... resultaria? Hum... De que falaríamos? Do passado? Do presente? Mentiríamos? Talvez. Talvez por vergonha. Confesso que espero que tal não seja necessário em nenhum aspecto.
Terei saudades vossas. Sim. Terei. Muitas. Imensas. De todas vocês. Dos bons e dos menos bons momentos. De tudo o que constituiu a nossa amizade.
Viveremos experiências novas, mas guardaremos sempre as já vividas.
Talvez um dia nos voltemos a cruzar, por obra do destino ou por mero acaso da vida.
E caso nos aconteça algo? A alguma de nós? Alguma outra saberá?
Bem, isso só o futuro ditará, mas uma coisa é certa e isso ninguém nunca nos poderá tirar. O que vivemos juntas foi real. E ninguém nunca, jamais, nos poderá roubar isso.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Mirandela

Cá estou eu pelas terras geladas de Mirandela por entre o terceiro estágio do 1º semestre - Comunitária.

Não me levem a mal, mas não gosto nem um pouco desta área. A minha área de eleição é, sem sombra de dúvidas, Clínica e de seguida Restauração.

A semana parece não ter mais fim... ainda hoje é quarta-feira :(