quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Mãe... já lá vão 9 anos... Já?

Mãe,...
Impossível esquecer da nossa cumplicidade, do nosso carinho, e é por isso que eu faço questão de guardar essas lembranças boas, não com saudade, mas como aquele sentimento bom de respeito por quem fez parte da minha história e por quem fez de mim a mulher que sou hoje, de alguém que, por 25 anos, me transbordou...

Por vezes sinto-me egoísta. Não queria que partisses. Partiste cedo demais...
Sem ti, por vezes, sinto-me vazia... Tu estavas sempre aqui para mim. Acontecesse o que acontecesse, pois o teu amor por mim era incondicional... Tal como o meu amor por ti...
Sim, fazes-me falta. Sempre farás.
Às vezes sinto como se a minha vida não fizesse sentido, mas aí penso em ti e sinto uma força vinda não sei de onde apoderar-se de mim...
Dizem que sou forte. Não, mãe, não sou... Essas pessoas nem imaginam o quão enganadas estão... Elas nem imaginam o caco que vai dentro de mim...

9 anos... Já?
9 anos...
Tanta coisa se passou nestes 9 anos... Muito mudou... Ainda bem que não estás cá para ver, pois ficarias destroçada...
Mãe, sabes que estarás para sempre no meu coração, como sei que sempre fui parte do teu...
Amo-te tanto, tanto... 

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Aceitar, esquecer e viver...


Temos de viver a nossa vida e esquecer que os outros existem. Não agradamos a gregos e troianos e temos de ter consciência disso. Há quem não goste de nós, simplesmente porque os "santos" não se cruzam, tal como existem pessoas que não nos agradam tanto, ou não nos agradam de todo... É aceitar, esquecer e viver...

domingo, 11 de setembro de 2016

34 anos completos

34 anos feitos ontem...

Saldo... Positivo, sempre!
De negativo só o mesmo do ano passado... Mas os amigos e familiares compensaram em grande escala!
Muito obrigada a todos os que tornaram o meu dia ainda mais feliz, aos que longe ou perto fizeram questão de deixar a sua marca! Gosto muito de todos vocês...

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Frases de O Principezinho


14 – “E nenhuma pessoa grande jamais entenderá que isso possa ter tanta importância!”
Nenhuma

domingo, 5 de junho de 2016

Frases de O Principezinho


13 – “A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar.”
Um pouco? A gente chora é muito! E chora pelas conquistas, pelas derrotas, pela saudade, pelos abraços que consolam, pelas palavras que incentivam… E, claro, pela confiança quebrada.

Criar laços é iluminar os olhos, nos dois sentidos.

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Frases de O Principezinho


12 – “Os homens embarcam nos trens, mas já não sabem mais o que procuram.”
O imediatismo social no qual vivemos nos proporciona viagens que, muitas vezes, nem desejamos fazer.

Jovens de dezessete anos, ou seja, no primeiro quarto da vida, são pressionados a estabelecer uma profissão para uma vida inteira. Mulheres são pressionadas a casar antes dos 25, ter filhos antes dos 30 e, não bastasse, ser bem sucedida antes dos 35. Homens precisam sair da casa dos pais, ter uma carreira promissora, o carro do ano e nunca, jamais, recusar sexo.

Como diria Mafalda, “isso não é vida, é um fluxograma!”

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Frases de O Principezinho


11 – “É bom ter tido um amigo, mesmo se a gente vai morrer.”
Porque amigos verdadeiros nunca, nunca morrem! ♥

terça-feira, 19 de abril de 2016

Frases de O Principezinho


10 – “A gente só conhece bem as coisas que cativou.”
Esta frase é engraçada porque define muito bem o que nós sentimos no decorrer da construção de uma relação, seja ela de que tipo for. No começo, o outro parece longe, mal sabemos os seus gostos e as suas preferências. Mal se sente a sua falta.
Depois, é como se tudo ficasse mais próximo e a pessoa se fizesse necessária na sua vida. Aí paramos e pensamos: “Mas eu nunca imaginei. Era algo tão distante…”
Era, mas criou laços, cativou!

quinta-feira, 31 de março de 2016



9 – “É bem mais difícil julgar a si mesmo que julgar os outros.”
Muitos sabem que olhar para dentro dói e, se é para machucar alguém, melhor que seja o outro…

terça-feira, 15 de março de 2016

Frases de O Principezinho


8 – “O essencial é invisível aos olhos, e só se vê bem com o coração.”
Uma das frases mais conhecidas de Antoine de Saint-Exupery e talvez, a mais verdadeira. O melhor de um amor, de uma viagem, de um encontro ou de um presente não é o que transmite aos outros, mas o quanto nos toca o coração.
Amores não se tornam mais verdadeiros quando atestados em contratos. Viagens não são mais incríveis pela quantidade de fotos que foram tiradas. Amizades não são mais honestas quando os envolvidos se falam todos os dias.
O essencial a gente sente e, ao sentir, a gente sabe!

sábado, 12 de março de 2016

Quem sou eu?

Eu sou um ser humano no meio de milhares de outros seres humanos. Uma pequena fagulha no universo, cheia de sonhos, planos e projectos de viver num mundo melhor. Eu sou aquele pequeno embrião que insistiu em ver o mundo: as alegrias, as dores, os amores, as tristezas e, tudo o mais que ele pode proporcionar.
Eu sou aquela menina franzina que corria descalça pelo quintal, sonhando um dia ser grande e, correr o mundo; sou os meus próprios sonhos, desejos, ambições e frustrações; sou a minha eu menina, tentando tornar-se mulher, não só na questão de género, mas no carácter, na mulher que um dia a minha mãe foi. Eu sou mais uma no jogo da vida, tentando ocupar o meu lugar nesse ciclo sem fim, tentando deixar os meus rastros por aqui para que um dia alguém possa contar, ao menos, uma história sobre mim.  
Eu também sou a luta dos oprimidos, daqueles assim como eu, que só querem um sentido para ser e ter. Eu sou a menina que se tornou adolescente e, quis virar jovem, e agora, mulher. Nesse pequeno relato das minhas metáforas de vida eu fui o tudo, mas o nada. Sou mais uma no meio de tantos, mas que deseja com maior afinco, ser tanto...

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Frases de O Principezinho


7 – “É preciso exigir de cada um o que cada um pode dar.”
Não exija dos outros aquilo que eles nunca prometeram lhe dar, nem se obrigue a oferecer algo que não lhe pertence. Um amor, uma amizade, um carinho, um abraço, um reconhecimento, um pedido de desculpas, tudo acontece naturalmente e só tem valor quando é entregue sem cobranças.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Tão isto *

''De repente tudo vai ficando tão simples que assusta. Vamos perdendo as necessidades, reduzindo a bagagem. As opiniões dos outros são realmente dos outros, e mesmo que sejam sobre nós, não têm importância. Vamos abrindo mão das certezas, pois já não temos certeza de nada. E isso não faz a menor falta. Paramos de julgar, pois já não existe certo ou errado e sim a vida que cada um decidiu viver. 
Por fim, entendemos que tudo o que importa é ter paz e sossego, é viver sem medo, é fazer o que alegra o coração naquele momento. E só.'' 
| jorge coutinho |

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Livres para aprender

Estamos sempre a tentar descobrir quem somos. Quem é aquela pessoa que, no fundo, tenta encontrar nesse mundo uma razão para nele estar; o lugar perfeito em que se encaixar; pessoas certas para se relacionar; motivos para ficar.
Eu sou uma dessas... Durante anos tentei me entender e me encontrar...
Se consegui? Ainda não sei dizer. Provavelmente, a descoberta de si mesmo nunca será absoluta. Ela ocorre gradativamente. Uma pessoa nunca terá certeza de quem é realmente. 
Por um lado, isso é bom, entendemos que os nossos pensamentos podem mudar, que aquela capacidade de se impressionar com pequenas coisas, como quando ainda era criança, continua lá. 
Aliás, um conselho: nunca perca essa capacidade! Sem ela, a vida fica vazia. Não que a minha seja completa, ainda não. Mas cultiva a alegria de sentir prazer nas pequenas coisas.
Poderia listar centenas de pequenas coisas que deixamos passar todos os dias, diante dos nossos olhos grudados nas telas dos smartphones, enquanto a vida passa. 
Já paraste para ouvir o canto dos pássaros hoje? Tentaste tirar os fones (que usas enquanto estás no comboio, metro ou autocarro para afastar possíveis diálogos com possíveis pessoas interessantes) para tentar um pouquinho de interacção?
Não, pois não? Olhaste o céu? Hoje ele está lindo, sabes? O dia não está cinza. As nuvens de algodão-doce formam bichinhos, vi até uma tartaruga... No céu! Que loucura! 
Nesta vida, não temos certeza de nada, pelo menos não eu. Só sei que, por enquanto, quero seguir em frente, com as minhas incertezas, as minhas alegrias, as minhas tristezas (sim, porque elas fazem parte de todo o aprendizado também) e com a vontade de permanecer livre, de poder voar, de poder ficar, de poder movimentar-me ou, então, só permanecer imóvel por algum tempo. É... preciso parar... Dar tempo ao corpo e à mente.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Frases de O Principezinho


6 – “Ele não sabia que, para os reis, o mundo é muito mais simples. Todos os homens são súditos.”
O cenário está longe de ser exclusivo de uma monarquia e o meu post está longe de ser uma reflexão partidária. No entanto, para quem tem – ou almeja – o poder nas mãos, o resto é subserviência. Na verdade, os “reis” precisam bem mais dos seus “súditos” que os “súditos” dele…

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Momentos

Existem momentos nesta caminhada chamada vida, que perdemos o rumo, não sabemos qual caminho seguir e sentamos na estrada à espera daquela luz ou mesmo que alguém apareça com um mapa e nos mostre a trajetória correcta. Nesses momentos parece que tudo o que se faz: as ideias, os projectos, aqueles sonhos de mudar o mundo, não são mais tão importantes do ponto de vista idealizador da acção. Perdemos a conexão com nós mesmos e, paramos de ouvir o nosso eu interior, a nossa consciência e emoção. Ainda bem que, mesmo parecendo uma coisa de outro mundo, ainda existem algumas fadas madrinhas que nos puxam de volta e nos trazem para o caminho certo, conectando-nos novamente com a criança interior que sempre esteve e estará dentro de cada um de nós, aquela pessoinha que não tem medo de nada, que acha incrível começar uma nova aventura e tem energia de sobra para mudar o mundo.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

LuArt


Já visitou as nossas lojinhas online?
São 3 e estão disponíveis em:

Para qualquer dúvida pode contactar-nos através de uma das lojinhas indicadas ou deixando um comentário aqui! Obrigada pela sua visita! Divulgue e ajude-nos a crescer!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Frases de O Principezinho


5 – “É preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas”
Você certamente não se lembra, mas para ficar de pé no seu calçado favorito precisou engatinhar, segurar em paredes, centros e sofás, ensaiar passos – muitas vezes frustrados – para, finalmente, caminhar pela casa.
Foram necessários esforços e abdicações, erros e tentativas, pois crescer é isso! É preciso sair e enfrentar os medos, as angústias, os tropeços. Eles fazem parte da vida e da paisagem linda que ela te dá quando composta pelas borboletas.

domingo, 24 de janeiro de 2016

Frases de O Principezinho


4 – “Nem todo mundo tem amigo.”
Para mim, é uma das frases mais célebres do livro. Amigo é algo valioso, que só se consegue por mérito, paciência, gentileza e respeito. Amigo é quem tem a nobreza de aceitar o outro do jeito que ele é. Parar, prestar atenção e perceber que a “verdade” do outro também faz sentido. Se não for na sua vida, fará na dele.
Há quem tenha a sorte de ter vários! Há quem, no entanto, desconheça a existência de algum…

sábado, 23 de janeiro de 2016

Frases de O Principezinho


3 – “Elas [as pessoas grandes] adoram os números. Quando a gente lhes fala de um novo amigo, as pessoas grandes jamais se interessam em saber como ele realmente é. […] Mas perguntam: Qual é a sua idade? Quantos irmãos ele tem? Quanto pesa? Quanto ganha seu pai? Somente assim é que elas julgam conhecê-lo.”
Vivemos numa sociedade na qual as pessoas valorizam mais o “ter” do que o “ser”. Apresentamos namorados/amigos/parentes “advogados”, “médicos”, “empresários”, mas nunca “gentis”, “carinhosos”, “pacientes”, “tolerantes”.
Números atraem, mas sozinhos não dizem nada, nem nas expressões matemáticas. Pensem nisso!